Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Sobrevivente de GRAVE acidente na BA está consciente, mas não sabe que perdeu mãe, filha e noivo. “25 pessoas mortas, uma ao lado da outra… Ver mais

Após a colisão entre um ônibus de turismo e um caminhão na cidade de São José do Jacuípe, a cerca de 300 km de Salvador, uma mulher se feriu e mantém um estado de saúde estável.

Em meio à tragédia da colisão entre um ônibus de turismo e um caminhão na Bahia, que resultou na morte de 24 pessoas, uma sobrevivente encontra-se internada em estado de saúde estável. Eles transportaram ela para o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, após o acidente. Esta cidade, situada a aproximadamente 100 km de Salvador, está a uma distância de 260 km do local do acidente. A sobrevivente permanece sob cuidados médicos, enquanto se recupera do trágico evento.

Portanto, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicialmente divulgou que o acidente resultou na morte de 25 pessoas. O Instituto Médico Legal (IML) realizou uma revisão conjunta e confirmou o número de mortos como 24. Entretanto, entre as vítimas, três estavam no caminhão e os demais ocupavam o ônibus. A situação evoluiu de maneira trágica, e a confirmação final do número de vítimas trouxe uma triste clareza ao incidente.

Tragédia na BR-324: Acidente Fatal Próximo a São José do Jacuípe Deixa Diversas Vítimas

O incidente ocorreu por volta das 23h30, no km 381 da BR-324, especificamente no segmento da cidade de São José do Jacuípe, que fica a uma distância aproximada de 300 km de Salvador. Dentre as vítimas, encontram-se homens, mulheres, uma gestante, além de crianças e adolescentes.

Conforme divulgado pela unidade de saúde, uma mulher está internada em um quarto, consciente, mas sem acesso à televisão e à internet. Ainda não comunicaram a ela a trágica perda de sua mãe, filha e noivo no acidente.Essa é a explicação para a situação atual.

Das 25 vítimas fatais, 22 estavam a bordo do ônibus de passeio e as outras três ocupavam o caminhão. Infelizmente, 24 delas não conseguiram sobreviver aos ferimentos no próprio local do acidente. Apesar do rápido encaminhamento da última vítima para um hospital regional, ela acabou falecendo posteriormente.

Sete indivíduos receberam atendimento médico em diversas unidades de saúde da região. Por volta das 12h40, liberaram duas dessas pessoas, enquanto as outras cinco permaneciam internadas.

Quatro vítimas transferidas foram encaminhadas para hospitais em Salvador e Feira de Santana.

Segue a distribuição das vítimas pelos hospitais:

  • Uma vítima permanece internada no hospital de Nova Fátima;
  • Uma vítima foi levada para o Hospital Estadual da Criança, localizado em Feira de Santana;
  • Uma mulher está internada no Hospital Geral Clériston Andrade, também em Feira de Santana;
  • Uma vítima foi encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador;
  • Finalmente, uma vítima foi levada para o Hospital do Subúrbio, situado em Salvador.

Os passageiros do ônibus, todos residentes de Jacobina, embarcaram em uma viagem noturna no sábado (6) rumo à praia de Guarajuba. Contudo, este local é um famoso distrito turístico de Camaçari, localizado na Região Metropolitana de Salvador. Todavia, depois de desfrutarem do passeio, eles começaram a viagem de volta para o município na noite de domingo.

Portanto, as autoridades ainda não divulgaram informações que esclareçam as causas do acidente. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) reabriu a pista, que estava interditada, por volta das 8h desta segunda-feira (8).

Em relação à situação do ônibus e do motorista, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) confirmou que ambos estavam em conformidade com as normas.

Por meio de uma nota oficial, a empresa Naldo Turismo, proprietária do ônibus, expressou seu pesar pelo ocorrido, demonstrou solidariedade às famílias das vítimas e informou que tem colaborado com a Prefeitura de Jacobina para acelerar os trâmites de liberação e translado dos corpos para o município.

Em sessão realizada na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o governador do estado, Jerônimo Rodrigues, contou que o Governo não mediu esforços para tentar salvar vidas, encaminhar viaturas e encontrar vagas em hospitais.

“Lamentável. Meus sentimentos às famílias que perderam os seus entes queridos”, disse.

Coordenador da Brigada Anjos Jacuipenses Relata Resgate Após Trágico Acidente

Lucival Souza, coordenador da Brigada Anjos Jacuipenses, que desempenhou um papel crucial no resgate das vítimas, relatou que as equipes só deixaram o local do acidente depois de vasculhar toda a área de mato próxima ao acidente. Infelizmente, encontraram uma gestante sem vida sob o caminhão.

Todavia, ele descreveu a situação como uma cena de guerra, extremamente perturbadora. Foram necessários esforços para alinhar 24 corpos, um ao lado do outro, e cobri-los. Contudo, foi um momento de grande tristeza para todos os envolvidos no resgate. Ele enfatizou, com profundo pesar, que sua intenção é sempre resgatar e levar ao hospital pessoas feridas e doentes.

A Prefeitura de Jacobina, cidade do norte da Bahia, anunciou que iniciou a organização de um velório coletivo após a morte de 25 pessoas em uma batida entre um ônibus de turismo e um caminhão. Portanto, a gestão municipal também decretou luto oficial de sete dias.

A Prefeitura de Jacobina, em nota, expressou seu pesar pelo acidente e anunciou que o ginásio de esportes municipal sediará o velório. Ainda não há previsão de data e horário.

Leia mais: Pai, mãe e filho de 10 anos estão entre vítimas do acidente entre ônibus de turismo e caminhão na Bahia. Ver mais

Comentários estão fechados.