BOLSONARO SÓ ADIOU ENEM APÓS CONSELHO DE MAIA

BOLSONARO SÓ ADIOU ENEM APÓS CONSELHO DE MAIA

Com a pandemia do novo coronavírus, tivemos que nos readaptar as nossas rotinas em todos os sentidos.

Muitos lugares fecharam e por pelo menos dois meses, no Brasil ficamos praticamente dentro de casa.

Todavia, algumas atividades essenciais permaneceram funcionando como a área da saúde e alimentação.

Entretanto, a educação foi um dos setores afetados, com o fechamento de escolas, creches e entidades de ensino superior e cursos.

O Enem, todavia, ainda estava previsto para acontecer em 2020 mesmo com a situação da pandemia crescendo.

Mesmo assim, o Ministério da Educação sofreu uma forte pressão por entidades sindicais, pessoas comuns e famosos que pediam para adiar.

Depois de fazer piada com cloroquina, Bolsonaro lamenta mortes

No entanto, com vários votos a favor, o senado decidiu por adiar de fato as provas do Enem de 2020.

Tudo dependeria da aprovação do Bolsonaro. Na manhã desta quarta-feira (20), o presidente foi aconselhado por Maia.

As informações são da coluna de Andréia Sadi, da Globo.

Todavia, Maia teria recomendado que Bolsonaro adiasse o Enem para evitar que fosse derrotado no Congresso.

Neste momento, ainda de acordo com a coluna, o governo está preocupado em ter o máximo de apoio em caso de processo de impeachment.

BOLSONARO SÓ ADIOU ENEM APÓS CONSELHO DE MAIA

Em conclusão, o adiamento nada mais foi do que um gesto a Maia, que além de ser responsável pela abertura de um processo de impeachment, também é do DEM, partido que integra o Centrão.

Bolsonaro vem tentando se aproximar do DEM para conseguir mais apoios de parlamentares e coligação com 200 deputados.

Jair Bolsonaro e o direito penal máximo

Maia e Bolsonaro, no entanto, já haviam conversado sobre o adiamento na semana passada em uma reunião anterior.

Porém, foi preciso votação no senado a favor, para fazer com quem Bolsonaro visse a necessidade de aprovar a medida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *