Bolsonaro só demite Mandetta a hora que os militares autorizarem

Bolsonaro só demite Mandetta a hora que os militares autorizarem
Publicidade :)

Bolsonaro só demite Mandetta a hora que os militares autorizarem. Embora já tenha tentado tirara o ministro da saúde de seu caminho a situação para Bolsonaro não está tão fácil assim. Ele vai ter que aturar Mandetta por mais alguns dias, pelo menos até que a situação seja regularizada. O fato é que os militares não permitiram que Mandetta fosse demitido. Embora não seja oficial ficou evidente que a cúpula militar tem uma forte voz de comando no presidente.

Para se ter uma ideia, no começo do mês a cúpula militar chegou a procurara o vice-presidente, o general Mourão, para reafirmar seu apoio caso Bolsonaro caia. Mourão chegou a sugerir uma intervenção militar no país devido os escândalos de corrupção em 2015.

O que torna a situação o tanto quanto curiosa, afinal de contas, quem comanda o país? Bolsonaro um capitão em virtude de sua aposentadoria, ou os generais das forças armadas. E quanto aos militares no alto escalão, quem os nomeou? Foi Bolsonaro ou os militares?

Publicidade :)

Estariam os militares voltando ao poder por vias “democrática”? O que a intervenção na decisão do presidente revela para o povo brasileiro? Perdeu sua voz de comando o presidente ou ele nunca a teve na verdade?

Seja qual for a resposta para estas perguntas o fato é que desde de 2105 vemos os ventos da ditadura pairando em meio a população, seja por meio de manifestações democráticas que pedem a volta do regime militar, ou seja por meio de manifestações fascistas de quem não viveu o período mais tenso da nação e se quer sabe o que pede.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *