Bruno e Marrone geram revolta após defender Bolsonaro em live

Bruno e Marrone geram revolta após defender Bolsonaro em live

 

 

 

 

Os apoiadores de Bolsonaro, Bruno e Marrone se envolveram em mais uma polêmica ao enaltecer o presidente e geraram revolta em seus fãs.

 

 

 

 

Pois não é novidade para ninguém que Bruno e Marrone são apoiadores de Bolsonaro.

 

 

 

A dupla chegou a pedir o fim da meia entrada no início deste ano, mas a pandemia atrapalhou todos seus planos para querer lucrar sobre seus fãs.

 

 

 

Agora, logo após defenderem o uso de cloroquina, a dupla sertaneja voltou a apoiar o presidente e gerou revolta.

 

 

 

 

 

Assim desta vez, enquanto realizavam uma live sertaneja no último sábado (25), Bruno e Marrone voltaram a defender as ações de Bolsonaro e geraram revolta em seus fãs, que não pouparam as críticas e detonaram a dupla nas redes sociais.

 

 

 

 

 

Alias Bruno, que recentemente assediou uma apresentadora ao vivo, iniciou os elogios dizendo que Bolsonaro melhorou o Brasil e encheu a boca para chamar o presidente de honesto: “Eu detesto falar de política, eu gosto de quem faz o bem para todos.

Bruno e Marrone geram revolta após defender Bolsonaro em live

 

 

 

Alias eu falo do Bolsonaro, não que eu seja bolsonarista. Não.

 

Eu falo do presidente Bolsonaro porque ele é um cara honesto.

 

 

E o que o Brasil estava precisando era de pessoas honestas para limpar essa ‘disgramaiada’ que tava ai, tudo roubando a gente”.

 

 

Bruno e Marrone geram revolta após defender Bolsonaro em live

 

 

 

Pois Marrone aproveitou a fala do companheiro para demonstrar seu apoio, dizendo que gostava de Bolsonaro.

 

 

 

 

 

 

Logo em seguida Bruno, mesmo tendo furado a quarentena para se apresentar em festa clandestina, terminou dizendo: “Não quero saber saber se você gosta do Lula, da pu** que pa***, não quero saber. Eu gosto do Brasil, gosto de pessoas honestas”.

 

 

 

 

 

Afinal os comentários da dupla sertaneja logo geraram revolta nas redes sociais.

 

 

 

 

Bruno e Marrone foram massacrados na web nos comentários da live e no Twitter, onde o público já começou a “cancelar” a dupla por seu posicionamento político.

Bruno e Marrone geram revolta após defender Bolsonaro em live

 

 

 

Pois essa não foi a primeira vez que Bruno e Marrone arrumaram confusão após defender o presidente.

Em live, Mara Maravilha diz que nunca imitou Xuxa: ‘Comecei 10 anos antes’

 

 

Em outra live, apoiaram o uso da cloroquina para curar casos de COVID-19; confira abaixo.

Em live, Preta Gil revela ser pansexual: “Eu gosto de gente”

 

 

Afinal durante sua live no YouTube na última semana Marrone, que recentemente foi internado às pressas no Paraná após passar mal, fez uma revelação um tanto bombástica que deixou vários internautas revoltados.

 

 

 

 

 

 

Após ser questionado por Bruno, o cantor declarou que curou a doença com Cloroquina e demonstrou apoio à Jair Bolsonaro, dizendo que ele está certo: “Bolsonaro está certo, corretíssimo! Esse remédio é muito bom!”.

Live do grupo de pagode “aglomerou” e é interrompida por tiroteio

 

 

 

O cantor Bruno também revelou que foi infectado pela doença, mas que não usou Cloroquina no tratamento. Segundo o cantor, ele bebeu cachaça, já que achou que estava de ressaca e os sintomas foram leves.

 

 

 

 

Após as declarações de Bruno e Marrone não pegou bem para boa parte dos internautas, que acompanham as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

 

 

que já declarou que o medicamento não tem eficácia comprovada contra a doença, além de poder dar efeitos colaterais após seu uso.

 

Fonte:Momento coutryn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *