Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Caso Edson Davi completa 1 mês: veja o que se sabe até o momento. “Meu filho foi levado por… Ver mais

Caso de Edson Davi, 6 anos, na Praia da Barra, permanece envolto em mistério: família suspeita de sequestro, investigação foca em afogamento

Envolto em uma névoa de incertezas, o misterioso caso do desaparecimento do pequeno Edson Davi Silva de Almeida, de apenas 6 anos, na Praia da Barra, localizada na Zona Oeste do Rio, atinge um mês neste domingo (4/1).

O Enigma do Desaparecimento do Pequeno Édson Davi

A Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), que está à frente da investigação, considera como principal linha de investigação o possível afogamento do menino no mar. Por outro lado, a família sustenta a teoria de um sequestro.

Registros de câmeras de segurança e imagens capturadas por testemunhas, juntamente com depoimentos, contribuíram para esboçar os momentos finais antes do desaparecimento de Edson. No entanto, essas informações não são suficientes para esclarecer o que realmente aconteceu.

Veja o que se sabe sobre o caso até agora:

Edson Davi Silva de Almeida, um menino de apenas 6 anos, desapareceu na tarde do dia 4 de janeiro, enquanto estava com o pai, Edson dos Santos Almeida, que trabalha na Praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O pai de Edson é proprietário de uma barraca na praia.

As primeiras filmagens adquiridas pela equipe de investigação revelam o menino após um contato com algumas pessoas em um quiosque. De acordo com um empregado do local, Edson teria solicitado o empréstimo de uma prancha de bodyboard, mas o pedido foi negado pelo barraqueiro devido às condições agitadas do mar. A filmagem mostra a criança retornando para a areia.

Por volta das 15h, frequentadores da praia capturaram uma imagem de Edson jogando bola com outras duas crianças que estavam na companhia de um estrangeiro. No entanto, dias depois, os investigadores descartaram a possibilidade do homem que estava interagindo com as crianças ser um suspeito do desaparecimento, uma vez que existem imagens que confirmam o retorno do estrangeiro e dos dois meninos para o hotel onde estavam hospedados.

A família de Edson Davi mantém a convicção de que ele pode ter sido sequestrado.

Em um relato, um empregado do estabelecimento dos pais de Edson mencionou que observou o garoto se aproximando do mar para molhar os pés, por volta das 15h30. Ele destacou que chegou a alertar o menino sobre os riscos da correnteza.

Posteriormente, às 15h37, uma filmagem realizada por um observador casual capturou o momento em que Edson estava à beira-mar antes de sumir. A pessoa estava registrando a beleza do local quando inadvertidamente filmou Edson.

Às 15h57, câmeras de segurança registraram Edson caminhando sozinho pelo calçadão da praia e, posteriormente, adentrando a areia. A equipe da DDPA obteve um novo conjunto de imagens onde Edson Davi aparece próximo à barraca de seu pai, com o cabelo já seco. De acordo com a família, a gravação ocorreu por volta das 16h47.

Conforme relato do pai, a ausência do menino foi percebida às 5h. Ele e a mãe de Edson, Marize Araújo, registraram um boletim de ocorrência no final da tarde do mesmo dia, na 16ª DP (Barra da Tijuca). No entanto, as investigações foram posteriormente transferidas para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros.

O Corpo de Bombeiros recebeu prontamente a notificação do desaparecimento de Edson e continua buscando por ele no mar. Posteriormente, dois dias após o sumiço, em 6 de janeiro, a mãe do menino recebeu uma mensagem informando que Edson estava em uma lanchonete na Barra da Tijuca.

No entanto, após a análise do vídeo, a família descartou a possibilidade de o menino no vídeo ser Edson Davi. Apesar disso, a polícia ainda foi ao local, mas não encontrou o menino. A família acredita na possibilidade de sequestro, pois Edson tinha medo de entrar na água. Embora a equipe da DDPA não descarte essa possibilidade, a principal linha de investigação é de afogamento.

Mantenha-se atualizado sobre os principais eventos no Brasil e no mundo, continuando a acompanhar nosso site.

Leia mais: Atestado de óbito aponta causa da morte de jovem que esteve com jogador do Corinthians e detalhes são expostos: ‘Objeto introdu… Ver mais

Comentários estão fechados.