Caso Rafael: Julgamento de mãe acusada de matar o filho é transmitido ao vivo, mas o que chama atenção é outra coisa INACREDITÁVEL.

Caso Rafael: Julgamento de mãe acusada de matar o filho é transmitido ao vivo, mas o que chama atenção é outra coisa INACREDITÁVEL.

Alexandra Salete Dougokenski, acusada de matar o filho, Rafael Winques, em maio de 2020, teve seu júri realizado nesta segunda-feira, 16 de janeiro, às 9h, no Salão do Júri da Comarca de Planalto, no Norte do Rio Grande do Sul, presidido pela juiza Marilene Parizotto Campagna. Caso Rafael: Julgamento de mãe acusada de matar o filho é transmitido ao vivo, mas o que chama atenção é outra coisa.

Publicidade :)

Alexandra está presa e responde por quatro crimes: homicídio qualificado (motivo torpe, motivo fútil, asfixia, dissimulação e recurso que dificultou a defesa), ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual.

“A única responsável pela morte do Rafael é a Alexandra. Ela agiu sozinha, ela premeditou o crime, ela executou o crime e ela passou 10 dias enganando toda a comunidade tentando despistar a real localização do corpo e, consequentemente, a prática do crime”, diz a promotora Michele Taís Dumke Kufner.

O advogado Jean Severo diz que “Alexandra vai sustentar que quem matou o Rafael, não se sabe de maneira dolosa ou culposa, foi Rodrigo [Winques, pai da criança)”.

O advogado Daniel Tonetto, que representa o pai de Rafael, diz que Alexandra “é culpada por esse crime, todas as provas indicam isso e mostram de forma cristalina”.

 

Continue lendo