Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Cliente enfurecida morde e arranca parte da orelha de vendedora após ela co… Ver mais…

Raylland afirma que a cliente comprou mais de R$ 1 mil em semi-joias.

Raylland Ferreira Barros, de 28 anos, teve parte da orelha arrancada com uma mordida após cobrar a dívida de uma cliente em Araguaína. De acordo com a Polícia Militar, a vítima teria vendido algumas semi-joias para a suspeita de 25 anos.

Cliente morde e arranca pedaço da Orelha de uma vendedora dentro de Loja.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Raylland afirma que a cliente teria comprado mais de R$ 1 mil em joias. Como resultado da agressão, as sequelas agora afetaram o trabalho dela em uma loja. Já que ela usa os modelos para expor os produtos.

A vítima foi prontamente atendida pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Em seguida, após os primeiros socorros, ela foitransportada para o Hospital Regional de Araguaína. Dessa forma, a rápida resposta e o cuidado médico especializado foram assegurados, destacando a eficiência e a importância dos serviços de emergência na nossa comunidade.

Os incidentes de agressão ocorreram na última quarta-feira (6), em uma loja localizada no Setor Oeste. Em um vídeo capturado por Raylland, são exibidos fragmentos do diálogo mantido com a acusada.

Durante o confronto, após ser cobrada, a mulher respondeu desafiadoramente: “Se você deseja esperar, então espere. Caso contrário, é problema seu. E se estiver disposto a confrontar [brigar] comigo, vamos ver quem é mais insana”.

A vítima relatou que a cliente recusou a pulseira, sugerindo que ela vendesse o item para recuperar o valor devido. “Expliquei que tal procedimento não era viável”, disse a vítima. Diante da recusa, a cliente reagiu negativamente e começou a proferir ameaças, afirmando que iria ao local de trabalho da vítima para agredi-la.

Adicionalmente, é importante destacar que as semi-jóias foram comercializadas pela vítima de forma independente, e a cliente em questão não possuía qualquer vínculo com a loja onde Raylland exercia sua função.

Escalada do Conflito e Confronto no Local de Trabalho

Raylland narrou o incidente em um vídeo, detalhando que por volta das 9h, a mulher entrou na loja enquanto ela estava atrás do balcão. “Havia uma pequena faca de serra ali, que eu tinha usado anteriormente para comer ovos”, disse ela. Antecipando um possível ataque, Raylland se apressou em pegar a faca.

“A situação se agravou quando ela me agrediu e, em defesa, reagi. No entanto, acabei sendo a mais afetada, pois ela mordeu e arrancou um pedaço da minha orelha. Agora, será necessário submeter-me a uma cirurgia plástica”, explicou Raylland.

De acordo com a Polícia Militar, a suspeita alegou não possuir o montante devido e solicitou um prazo adicional. Contudo, a vítima expressou a impossibilidade de aguardar mais tempo.

A Polícia Civil prendeu a suspeita e levou-a para a 5ª Delegacia de Araguaína. Lá, ela respondeu legalmente por seus atos e recebeu uma autuação por lesão corporal. Este processo demonstra a responsabilidade e a eficiência das autoridades em lidar com tais infrações.

Inicialmente, a agressora, uma mulher de 25 anos, causou um ferimento grave na vítima ao morder e arrancar um pedaço de sua orelha durante um conflito. Após o incidente, ela tentou escapar do local, mas a Polícia Militar realizou uma busca eficiente na área e conseguiu localizá-la.

Este incidente serve como um alerta de que desentendimentos podem rapidamente se transformar em violência física. As autoridades competentes devem tratar esses casos com a máxima seriedade para assegurar a segurança e o bem-estar de todos os envolvidos.

A rápida resposta da PM e a subsequente ação da Polícia Civil demonstram o compromisso das forças de segurança em manter a ordem pública e aplicar a lei.

Leia mais: [ URGENTE ] Marrone, da dupla com Bruno, se afasta dos palcos por problema de saúde. Descubra o que aconteceu!

Comentários estão fechados.