Conrado recebe alta após quase dois meses de trágico acidente que vitimou Aleksandro

Conrado recebe alta após quase dois meses de trágico acidente que vitimou Aleksandro

Este ano continua sendo um ano de importantes perdas no cenário brasileiro artístico. Infelizmente neste ano, a música sertaneja perdeu um grande cantor, Aleksandro, da dupla com Conrado, esse ficou internado por um mês e meio no Hospital Regional de Registro, em São Paulo, mas enfim recebeu alta.

Conrado esteve em um leito normal as duas últimas semanas que esteve no hospital. Ele passou a maior parte em estado grave na UTI, e todos familiares e fãs viveram Fran apreensão, felizmente agora o cantor se recupera mais a cada dia, e sua família está muito feliz por sua recuperação gradativa.

Junto com Conrado, ingressou no hospital no mesmo dia o músico Julio Cesar Bigoli. Os dois entraram juntos e saíram juntos do hospital, eles agiram entram em outro processo de recuperação, e passaram por sessões de fisioterapia.

Conrado recebe alta após quase dois meses de trágico acidente que vitimou Aleksandro

Desde o fatídico dia 7 quando a equipe toda se acidentou no grave acidente na rodovia Regis Bittencourt, rumo ao interior de São Paulo, os dois foram encaminhados pro mesmo hospital. Felizmente os dois se recuperaram juntos, e saíram juntos como entraram na unidade hospitalar.

O acidente infelizmente tirou a vida do talentoso cantor Aleksandro, o ônibus tombou ao sair da pista. O motivo do descontrole do veículo, foi por conta de um dos pneus da frente estourarem, logo levando a tragédia que culminou em 5 mortos.

Na época a assessoria dos cantores chegou a informar que Conrado tinha tido ferimentos leves, mas para acalmar os fãs. Pois a situação era de fato diferente, pois Conrado teve grave ferimentos, e teve altos e baixos em sua internação.

Motorista desabafa

Valdoir Euripedes da Silva era o motorista do ônibus no momento do acidente, o motorista reserva, em entrevista à Record ele afirmou que não teve culpa de nada. “Eu sei que eu não tenho culpa. Não tenho culpa porque o pneu explodiu e eu perdi a direção“, disse o motorista.

Copy