Cuidado com quem você coloca dentro de casa: “Mãe chora desesperada abraçada ao corpinho sem vida de sua filha de 5 anos abusada pelo padrasto”

Um crime completamente cruel aconteceu a alguns dias em Hortolândia (São Paulo), que acabou chocando todo o país, onde uma menina de apenas 5 anos de idade, foi encontrada morta em um terreno dentro de uma caixa de papelão, com marcas de estrangulamento e sinais de abusos.

O fato ocorrido na cidade, comoveu o país inteiro e principalmente, trouxe revolta e um sério sentimento de perda para a família. Infelizmente já estamos enfrentando momentos difíceis com a pandemia, mesmo assim há pessoas que são capazes de cometer crimes absurdos como foi o caso com a criança Maria Clara Calixto, de apenas 5 anos de idade.

Cuidado com quem você coloca dentro de casa: “Mãe chora desesperada abraçada ao corpinho sem vida de sua filha de 5 anos abusada pelo padrasto”

A menina teria sido encontrada morta dentro de uma caixa de papelão em um pequeno terreno perto de onde a mãe da criança residia, a mãe de Maria quando achou a criança junto a alguns vizinhos, em desespero não pensou duas vezes, pegou a criança no colo e correu às pressas ao hospital mais próximo, mas infelizmente a menina já estava sem vida, o que levou a mãe em estado de choque com a notícia.

antes do ocorrido, a mãe da menina chegou a perguntar ao padrasto se tinha conhecimento de onde estaria a criança, mas o homem disse não saber, só que logo após o descobrimento do corpo de Maria Clara, o indivíduo foi pego tentando fugir para outra cidade, foi levado a delegacia onde passou por interrogatórios e confessou o crime.

O padrasto da criança, foi condenado por estrupo e homicídio, e no velório da menina, a avó comentou a indignação com o fato ocorrido, e não poderia superar a perda de sua neta, muito menos o fato da criança estar sendo encerrada enquanto o autor do crime estaria vivo.

Sandy relata desgaste em casamento (Tiago Iork seria o possível pivô da separação)

Avó de Maria Clara que foi abusada e morta pelo padrasto, chora e se revolta no enterro da menina; “minha neta está debaixo daquela terra e o padrasto está vivo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *