Entrevista de Mandetta ao Fantástico pode ter sido um tiro no pé

Entrevista de Mandetta ao Fantástico pode ter sido um tiro no pé
Publicidade :)

A entrevista de Mandetta neste domingo ao Fantástico pode ter sido um tiro no pé. O ministro acabou por criar uma situação considerada delicada para os militares. De acordo com fontes ligadas a militares do Planalto, a sua entrevista foi mal vista e considerada desrespeitosa. Mandetta não poderia ter desafiado o presidente em público”, disse um militar com assento no Planalto.

Vídeo montagem de Bolsonaro carregando caixão, causa revolta na web: ‘desrespeito com os mortos’

Para os militares o respeito pela cadeia de comando é crucial, pois é neste pilar que os fundamentos das forças aramadas são estabelecidos. Embora os militares tivessem solicitado que o ministro não fosse demitido, ele pode ter perdido um apoio importante no Planalto.

Publicidade :)

Com 17 mortes Porto Alegre registra aglomerações
Mas de acordo com as fontes militares, a alta cúpula é favorável ao isolamento social, e não necessariamente apoiadores de Mandetta. Além do mais, de acordo com o informado, Mandetta havia combinado apoiar o presidente e o presidente não iria interferir no isolamento por hora.
Maia diz que governo tem que respeitar especialistas sobre isolamento

Semana passada após Mandetta quase ser demitido, o presidente foi persuadido a desistir da demissão. Foi após o ministro chefe da Casa Civil, general Braga Netto, e o ministro da Secretaria de Governo, general Ramos procurarem o presidente acreditando que uma solução a situação pudesse ser encontrada.

Mas tudo ainda está muito confuso, pois já havia alguns anos que não se via os militares exercerem uma influencia tão forte na decisão de um presidente. Mas agora a entrevista de Mandetta ao Fantástico no último domingo 12 pode ter sido um tiro no pé, pois ao que tudo indica ele perdeu apoiadores importantes na cúpula militar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *