FELIPE NETO SOFRE DURO CASTIGO APÓS DIZER QUE MINISTRO DE BOLSONARO NÃO SABE ESCREVER

FELIPE NETO SOFRE DURO CASTIGO APÓS DIZER QUE MINISTRO DE BOLSONARO NÃO SABE ESCREVER

Mais uma semana de atribulações em Brasília devido a mais um escândalo envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e seus ministros.

Perfil de Gizelly do BBB20 esculacha Felipe Neto após crítica: ‘que moral tem?’

Logo após a divulgação da reunião ministerial do dia 22 de abril onde Bolsonaro e seus ministros deferiram frases “cabeludas”, muitas pessoas estão criticando.

Uma delas é o youtuber Felipe Neto. Felipe vem criticando constantemente o governo Bolsonaro e com a pandemia do novo coronavírus, isso tem aumentado.

Todavia, o youtuber causou espanto ao divulgar que está sendo processado pelo ministro da educação, Abraham Weintraub.

Tudo começou quando Felipe Neto havia dito que Abraham não sabia ler, e isso o deixou furioso a ponto de processá-lo.

Entretanto, ainda no Twitter, recentemente Felipe havia publicado que Abraham Weintraub era um ‘imbecil’.

No entanto, no processo, Abraham pede uma indenização de R$ 5 mil, direito de resposta que  retirada de todos os posts com seu nome.

Em conclusão, os eleitores e apoiadores de Bolsonaro viram isso como um castigo à Felipe Neto, que não tem poupado o presidente nem quem está ao seu lado.

Felipe aproveitou para mandar uma indireta ao ministro, dizendo que ele chamou o STF de vagabundos e que quer cobrar respeito dele.

FELIPE NETO SOFRE DURO CASTIGO APÓS DIZER QUE MINISTRO DE BOLSONARO NÃO SABE ESCREVER

Até o momento, o ministro não respondeu a publicação de Felipe. O caso entretanto, irá ser levado à justiça caso aceito por um juiz.

Deputados homenageiam Felipe Neto

As polêmicas envolvendo o presidente e seus ministros parecem estar longe de ter fim. O que incomoda na verdade, é a imagem que o Brasil está tendo no exterior, que está cada vez pior.

Todavia, ficamos no aguardo do desenrolar dessa e de tantas outras situações cabulosas cujo nosso país está enfrentando a todo momento com o nosso presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *