Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Felipe Simas é internado às pressas e descobre doença. “Ele foi diagnosticado com… Ver mais

Na última quinta-feira, 25, Felipe Simas, conhecido por seu papel como Heitor Montebello na novela Fuzuê, deixou seus fãs preocupados ao aparecer internado em um hospital no Rio de Janeiro. Ele compartilhou em seus stories do Instagram os motivos pelos quais buscou assistência médica e realizou diversos exames.

Diagnóstico de Neurite Óptica em Felipe Simas e a Busca por Respostas

Portanto, um diagnóstico de neurite óptica foi dado ao ator, o que pode indicar uma doença autoimune. A neurite óptica é uma condição que pode ser um sintoma inicial de doenças autoimunes, como a esclerose múltipla. É importante que o ator receba acompanhamento médico adequado para monitorar sua condição e iniciar o tratamento, se necessário.

Entretanto, Simas ainda precisa continuar com a investigação médica para identificar o problema autoimune específico.

Ele relatou que começou a perceber algo estranho em sua visão no final de semana, o que o levou a consultar uma oftalmologista. Foi ela quem diagnosticou a neurite óptica.

Posteriormente, Simas foi encaminhado a um neurologista, que realizou mais exames e indicou a possibilidade de uma doença autoimune. Portanto, ele continuará se cuidando e buscando entender melhor o que está acontecendo.

No domingo, Felipe Simas passou o dia todo fora e só retornou para casa tarde da noite. Imediatamente após sua chegada, ele compartilhou com Mari que estava sentindo algo estranho em seu olho direito.

Ele notou que seu olho direito estava com manchas e não estava focando corretamente, enquanto seu olho esquerdo estava 100% funcional. Mari sugeriu que ele descansasse e verificasse novamente na manhã seguinte.

Na manhã de segunda-feira, Felipe acordou com o mesmo problema no olho. Eles então entraram em contato com a oftalmologista, que os atendeu e conseguiu encaixá-los em sua agenda.

Consulta com a Oftalmologista

A oftalmologista disse a Felipe: “Acredito que você esteja com uma neurite óptica. Vou solicitar uma ressonância urgente do seu cérebro. Não vou dar um diagnóstico porque a neurite é um sintoma de algo, e nós ainda não sabemos o que é”. Ela enfatizou que era uma corrida contra o tempo, pois a condição precisava ser detectada o mais rápido possível. Essas foram as palavras que o ator desabafou.

Continuando seu desabafo, o ator acrescentou: “Na manhã seguinte, realizamos o exame de imagem e a neurite foi confirmada. O neurologista solicitou outros exames, incluindo uma punção lombar. Os resultados descartaram as possibilidades mais perigosas, como um tumor, uma infecção ou um vírus.”

Portanto, a conclusão foi que se trata de uma doença autoimune, cuja natureza ainda é desconhecida. Pode ser algo que ocorra apenas uma vez na vida e nunca mais se repita, ou pode ser uma condição recorrente. Agora, o próximo passo é descobrir mais sobre a doença autoimune.

A neurite óptica, também conhecida como neurite retrobulbar

É uma inflamação do nervo óptico que impede a transmissão de informações do olho para o cérebro. Isso ocorre porque o nervo perde a bainha de mielina, uma camada que reveste os nervos e é responsável pela transmissão dos impulsos nervosos.

Os sintomas da neurite óptica incluem perda de visão, que pode ser parcial ou total, dor ocular e alteração na identificação ou percepção das cores. A neurite óptica é mais comum em adultos entre 20 e 45 anos.

Geralmente, a recuperação acontece espontaneamente após algumas semanas, no entanto, o médico também poderá utilizar corticóides para ajudar a acelerar a recuperação, em alguns casos.

Leia mais: Tragédia: Mãe e Filha morrem de Infarto no mesmo dia com poucas horas de diferença. Ver mais

Comentários estão fechados.