Fisioterapeuta grávida morreu de coronavírus

Fisioterapeuta grávida morreu de coronavírus
Publicidade :)

Fisioterapeuta grávida morreu de coronavírus e bebê está internado

Ontem, domingo, dia 5 de abril, uma mulher gestante morreu por causa do coronavírus.
Dessa forma, a morte foi confirmada pelo hospital Unimed Recife, local que atestou o óbito.
A mulher foi identificada como Viviane Albuquerque. Ela era fisioterapeuta, tinha 33 anos e estava em uma gestação de 32 semanas.
Com isso, foi realizada com urgência uma cesariana para a retirada do bebê.
Ademais, ele está internado.
Porém, até o presente momento, não houve confirmação pelo Ministério da Saúde, assim como também a Secretaria Estadual de Saúde não divulgaram a morte.

Contudo, o hospital alegou por meio de nota que a mulher estava internada e que a criança “está recebendo da equipe médica todos os cuidados necessários”.
Ademais, a Unimed disse que “não está autorizada a repassar informações tanto da paciente quanto do bebê, ficando a cargo da família”.
Além disso, o hospital informou que as informações são todas transmitidas às autoridades responsáveis.

Publicidade :)

 

Fisioterapeuta grávida morreu de coronavírus e bebê está internado

A amiga da vítima, Maria Eduarda Coura disse que Viviane estava internada desde o dia 28 de março, com sintomas do coronavírus.
Com isso, ela falou: “Na quarta-feira (1º) saiu o resultado positivo. Ela foi levada diretamente para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), não porque estava grave, mas por estar grávida. Na sexta-feira (3) ela foi entubada e, na manhã do sábado (2), tiveram que retirar o bebê. Ele está em estado grave, mas estável”.

A vítima estava na segunda gravidez, sendo que na primeira, teve gêmeas. Com Viviane, moravam as crianças, a mãe e uma sobrinha.
Ademais, todas estão cumprindo o isolamento social desde que houve o diagnóstico.
A amiga disse também que a vítima “Era uma das pessoas mais cheias de astral que eu conheci na minha vida. Uma mulher totalmente independe, dona de si, tinha uma saúde maravilhosa, trabalhava como um trator. Nos formamos juntas”.
Por fim, alegou que a família não tem ciência de como houve a contaminação.
O corpo da vítima será cremado hoje, no cemitério do Grande Recife.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *