Jovem [email protected]@ o namorado com agulha de narguilé em discussão

Jovem [email protected]@ o namorado com agulha de narguilé em discussão por pastel.

Uma jovem de 19 anos é suspeita de matar o namorado, Adailton Gomes, de 24 anos, com uma agulha de narguilé durante uma discussão por causa de um pastel de feira, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.
Em depoimento, a namorada disse que o atingiu ao se defender de uma agressão, em Aparecida de Goiânia. A mãe do rapaz pede justiça: ‘Ela tirou um pedaço de mim’.
Veja mais: Meu coração já tem dono, não vim ficar de têtêtê’, desabafa Jojo Todynho

O delegado Eduardo Rodovalho, que investiga o caso, disse que a vítima tinha uma pequena perfuração no peito esquerdo, que teria sido causada por esse objeto, que é usado para furar o papel alumínio que encobre o carvão e liberar calor para aquecer a essência.

Jovem [email protected]@ o namorado com agulha de narguilé em discussão por pastel.

“Havia uma perfuração no mamilo esquerdo, causada no momento em que o casal discutia, por causa de um pastel de feira. Para a Polícia Civil, ela disse que o namorado havia ido para cima dela com um narguilé quebrado e, para se defender, acabou o atingindo. A jovem disse ainda que ficou desesperada na hora, pois não “esperava isso”.

“Foi em um momento em que o casal discutia. De acordo com a polícia, inicialmente, havia uma suspeita de que o namorado teria passado mal e sofrido um infarto. Porém, depois, a equipe notou a perfuração.

Jovem [email protected]@ o namorado com agulha de narguilé em discussão por pastel.

Mas, o delegado explicou que o ferimento no peito do companheiro era mínimo e que aguarda conclusão do laudo cadavérico, que deve ficar pronto nesta semana, para confirmar a causa da morte.

“Foi um orifício muito pequeno no mamilo. Só após conclusão do inquérito será decidido se a jovem será responsabilizada e por quais crimes ela poderá responder.

Família pede justiça
Pois, a mãe da vítima, Maria das Graças de Abreu, 46 anos, disse ao G1 que o casal passava maior parte do dia na casa dela, também em Aparecida de Goiânia. Após isso, ela conta que o filho voltou a casa da namorada pra buscar a chave da moto que teria esquecido.

“Depois que chegaram da feira, ele foi com as irmãs, de 13 e 16 anos, na casa dela. Elas contaram que, depois, a namorada dele saiu correndo gritando que ele estava morrendo, entrou em um carro e saiu”, disse a mãe de Adailton.

Maria pede que a justiça seja feita. Ela disse ainda que, após o acontecimento, a companheira do filho dela mudou do local em que morava e que nunca mais entrou em contato com a família.

“Ela se mudou enquanto eu velava meu filho.

Veja mais sobre: Mulher é presa por correr a 115 km/h e justifica: ‘muita vontade de fazer cocô’

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *