Mandetta comunicou a compra de 6,5 respiradores de empresas brasileiras

Mandetta comunicou a compra de 6,5 respiradores de empresas brasileiras
Publicidade :)

Mandetta comunicou a compra de cer de 6,5 mil respiradores em quatro indústrias brasileiras. A primeira entrega deve ocorrer nos próximos 90 dias.

DE acordo com os fabricantes a produção deles era limitada e, mas após muitos esforços capacidade de produção vai ser expandida para atender a demanda do Governo Federal. Mandetta citou especificamente a fabricante Magnamed, mas enfatizou que há outras três indústrias.

— Só Magnamed fechou para 6.500 respiradores para 90 dias. A gente espara começar e, no mês de maio, vamos auentando. E, em 90 dias, temos o suficiente com a Magnamed.

Publicidade :)

De acordo com o comunicado do ministro Mandetta a compra de 15 ml respiradores na China teve de ser cancelada. O mercado chinês tem tido uma grande demanda em todo o mundo por produtos médicos. Conforme o ministro, não havia garantia de que a pasta fosse receber os produtos oriundos da China.

— As compras na China estão praticamente todas elas não se confirmando. Tínhamos uma proposta de uma empresa para trazer até 15 mil respiradores, ela teria até 30 dias. Poderia chegar no 30° dia e dizer que não poderia. Descartamos essa possibilidade.

Mandetta disse que está contando com parcerias com várias empresas de outras áreas numa “enorme força-tarefa” para viabilizar a produção de equipamentos. Ele citou Klabin, Positivo, Embraer, White Martins e bancos, entre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *