Ministro diz que coronavírus é punição aos homossexuais e acaba infectado

Ministro diz que coronavírus é punição aos homossexuais e acaba infectado
Publicidade :)

O Ministro da Saúde de Israel, há pouco mais de 1 mês deu uma declaração polêmica sobre o “motivo” de o coronavírus ter se tornado uma pandemia.

Segundo Yaakov Litzman de 71 anos, o vírus era na verdade uma punição divina aos homossexuais. Além disso, não respeitou as medidas adotadas pelo governo de distanciamento social.

Em 2016 ele se posicionou totalmente contra a união homoafetiva, bem como, a adoção de crianças por casais homossexuais. Se mostrou contra igualdade de direitos entre soldados heterossexuais e homossexuais.

Publicidade :)

Ele continuou se reunindo em cultos e orações, o resultado foi que Yaakov testou positivo para o novo coronavírus.

Não só ele, sua esposa também está com coronavírus. Os dois tiveram contato com primeiro-ministro de Israel, além de outros membros do governo, que parecem não ter gostado muito da notícia.

Assim, nos bastidores, um ministro reclamou da irresponsabilidade de Yaakov em estar circulando sem proteção, podendo ter passado o vírus para mais pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *