Mulher dizia oi para um sem-teto diariamente

Mulher dizia oi para um sem-teto diariamente
Publicidade :)

Mulher dizia oi para um sem-teto diariamente, até que certo dia, ele mudou a vida desta mulher

Um homem identificado como Raimundo Sobrinho, por 35 anos, morador de São Paulo, foi por um bom tempo, um dos diversos sem-teto que existe no país.
Porém, uma mulher chamada Vitória Alves Farias ao se mudar de Recife para São Paulo fez algo diferente de muitas pessoas.
Mas, como assim?
Então, ela sempre que passava por Raimundo a caminho do trabalho, ela o cumprimentava.
Porém, com o tempo, passou a comprar todos os dias um pãozinho e um café para ele.
Dessa forma, eles acabaram desenvolvendo uma amizade.
Com isso, após um tempo, Vitória presenteou Raimundo com um telefone antigo e também adicionou Raimundo no plano familiar de internet móvel.

Dessa forma, Vitória explicou o motivo de ter dado um telefone para Raimundo: “Eu decidi dar a ele um telefone para emergências, assim se alguma coisa acontecer com ele, ele vai poder me ligar”.

Publicidade :)

Com isso, ele ficou muito grato e aceitou o presente de coração, mas mal Vitória sabia o que estava prestes a acontecer.

 

Mulher dizia oi para um sem-teto diariamente, até que certo dia, ele mudou a vida desta mulher

Raimundo aproveitou que estava com acesso à internet e encontrou algumas oportunidade de ganhar dinheiro fazendo bicos.

Com isso, após duas semanas com o celular, ele acabou visualizando um anúncio de apostas.

Dessa forma, ele pegou um pequeno valor dos bicos que fez e resolveu se registrar e fazer apostas.

E para a sorte dele, Raimundo ganhou R$3,886,753.11.

Com isso, ele passou de sem-teto para uma pessoa com uma boa grana.

Ao receber o dinheiro da aposta, resolveu recompensar Vitória, a grande amiga que sempre foi gentil com ele.

Dessa forma, quando Vitória passou por ele para entregar o café da manhã, Raimundo deu a ela um envelope branco.

Mas, o que tinha dentro? Um cheque de R$50.000. É claro que Vitória ficou confusa, mas Raimundo explicou o que aconteceu.

Porém, Vitória negou-se a ficar com o cheque, sendo que Raimundo insistiu.

Ele disse que graças a ajuda dela, ele agora poderia ter uma casa, uma nova vida e roupas.

Atualmente, Raimundo resolveu empreender e abriu um pequeno restaurante local.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *