Notícias e Informações

Todo cuidado é pouco! Mulher perde a vida pouco antes de fazer algo que muitas mulheres fazem; causa da morte é revelada

Mulher perde a vida pouco antes de fazer algo que muitas mulheres fazem. Na fatídica sexta-feira 13, uma tragédia abalou a cidade de Cosmópolis, no interior de São Paulo, quando uma fotógrafa de 44 anos perdeu a vida após submeter-se a um procedimento estético em uma clínica local.

Roberta Corrêa, mãe dedicada de dois filhos, estava prestes a passar por um procedimento conhecido como endolaser, que tinha como objetivo reduzir gordura localizada por meio de tecnologia a laser.

No entanto, o que deveria ser uma intervenção rotineira transformou-se em uma terrível fatalidade que deixou familiares e amigos consternados e questionando a segurança dos procedimentos estéticos.

De acordo com relatos angustiantes de Paola Eliza de Paula, prima da vítima, à EPTV, afiliada da Globo na região, a tragédia ocorreu quando Roberta foi anestesiada para o procedimento. Logo após receber a anestesia, ela sofreu uma parada cardíaca e desmaiou.

Tragédia em Cosmópolis: A Dolorosa Lição sobre Segurança em Procedimentos Estéticos

A família alega que a esteticista responsável pelo procedimento demorou a agir, não acionando imediatamente uma ambulância e não prestou os socorros necessários antes de levá-la a um hospital adequado. Essa demora crucial no atendimento pode ter contribuído para o desfecho trágico.

Infelizmente, apesar dos esforços da equipe médica, Roberta não resistiu e declarada morta na Santa Casa de Misericórdia de Cosmópolis. A causa oficial do óbito registrada como “morte cerebral”. Paola Eliza de Paula explicou à EPTV que os médicos realizaram um eletroencefalograma na sexta-feira. Mas não detectaram qualquer atividade cerebral ou circulação sanguínea, confirmando a irreversibilidade da situação.

A biomédica responsável pelo procedimento, ao falar com a imprensa, afirmou que Roberta preencheu todos os formulários necessários exigidos por lei antes do procedimento.

No entanto, o procedimento sequer teve início, pois a fotógrafa teve complicações graves logo após a aplicação da anestesia. Segundo a biomédica, a equipe da clínica agiu imediatamente, providenciando socorro às pressas. No entanto, a velocidade com que a assistência prestada não suficiente para reverter o quadro crítico de Roberta.

A notícia da morte de Roberta Corrêa gerou uma onda de indignação e preocupação na comunidade local. Levantando questões sobre os padrões de segurança em clínicas estéticas.

 

continue lendo

Comentários estão fechados.