Mulher publica vídeo confessando ter matado cão: ‘Estava me dando prejuízo’

Mulher publica vídeo confessando ter matado cão: ‘Estava me dando prejuízo’
Publicidade :)

Mulher publica vídeo confessando ter matado cão: ‘Estava me dando prejuízo’

Uma mulher decidiu publicar um vídeo no qual confessava ter posto um ponto final em um cachorro.
Esta pessoa foi identificada como Darla Ester Farina. Ele mora em São Paulo e no dia 1º de abril resolveu publicar um vídeo no Facebook.
Porém, não se tratava de um vídeo simples, mas sim, uma confissão.
Dessa forma, ela disse que o cão se chamava Duque e que por causa do mau comportamento dele, ela o enforcou e ainda disse: “Estava me dando muito prejuízo”.
Conforme Darla, o cão que era filhote ainda brigava com o outro animal de estimação da família.
Além disso, informou também que ele costumava fazer xixi no colchão e mordia tudo pela casa, o que é um comportamento normal para os filhotes.
Mas, ela disse que “Ele fazia xixi no colchão, e colchão é caro.”

 

Publicidade :)

Mulher publica vídeo confessando ter matado cão: ‘Estava me dando prejuízo’

Ademais, disse também que optou por enforcar o animal, já que não possuía veneno em casa.
Com isso, falou: “Se eu fosse uma psicopata eu teria passado a faca no pescoço do cachorro, teria comido o cachorro, mas eu o enforquei, porque não tem veneno aqui em casa.”

Mas, como todos sabem, o que ela fez é considerado maus-tratos, porém, Darla acha que o que fez é certo.
Dessa forma, ela disse: “Se isso é crime, eu vou na delegacia e pago pelo que eu fiz”.
Ademais, o outro animal chamado Tobi, foi levado por um vizinho do bairro e ela disse que quer o cachorro de volta e falou: “Eu posso ter cachorro, o problema não é o cachorro, era o Duque, ele não era um bom cachorro.”

Por meio das redes sociais, vários internautas repudiaram a atitude da mulher.
Alguns comentários foram: “Vai se tratar!”, “Você é um monstro”.

 

https://www.facebook.com/100035686758281/videos/241285807070976/

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *