Namorada de Rafael Miguel chora ao saber que prisão de pai era falsa

A namorada de Rafael Miguel, a jovem Isabela Tibcherani chorou muito após descobrir que a notícia sobre a prisão do pai, Paulo Cupertino Matias, era falsa. Mas no entanto 

O empresário foi resposável pelo sassinato de seu namorado, o ator Rafael Miguel, e os pais do jovem ator. A garota chegou a celebrar a prisão por meio das redes soicais. Mas no entanto após a polícia voltar atrás a jovem apagou todos os posts.

A garota se mostrou muito revoltada pelo erro cometido. As autoridades do Paraná deixaram o assassino escapar por entre seus dedos. A jovem fez uma nova postagem na qual ela chorava e disse estar indignada com o que estava ocorrendo.

Apresentadora dá chilique ao vivo com faxineira do estúdio

Datena fala sobre seu estado de saúde e agradece ao Presidente: família, dispara o apresentador

Bolsonaro faz piada homofóbica com guaraná no Maranhão; políticos reagem

Namorada de Rafael Miguel chora ao saber que prisão de pai era falsa

“Esse é o resultado das notícias espalhadas, de milhares de ligações no meu celular, em questão de minutos. Peço desculpas pela explosão, mas já é difícil demais ter que lidar com tudo e ainda receber esse turbilhão de informações. Sinto muito, mas estou muito mal, exausta emocionalmente. Vou tirar um tempo e, quem sabe, volte aqui. Não sei. Passei muito mal com tudo isso. Só quero paz. Obrigada por todas as mensagens de apoio”, disse ela.

O pai da jovem foi parado em uma blitz pela polícia no Paraná, ele fazia uso de identidade falsa. Mas apesar de usar documentos falsos e estar foragido o homem não foi preso.

Quando soube da notícia ela disse ao programa A Tarde É Sua:

“Não sei se eu choro, grito. É uma coisa muito forte. Esperava que fosse acontecer em algum momento (choro). Neste exato momento, estou na frente do túmulo dele e só quero agradecer  as investigações por não terem parado, por ninguém ter perdido a fé. E torcer para que ele fique na cadeia eternamente. Agora é dar continuidade a vida com um pouco mais de paz no coração, sem medo de viver ou de andar na rua e algo mais acontecer”, disse ela, que ainda não sabia que a prisão do pai não procedia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *