Novo coronavírus pode estar circulando há 70 anos em morcegos.

Novo coronavírus pode estar circulando há 70 anos em morcegos.

Um estudo divulgado na revista Nature Microbiology nesta semana tentou encontrar a origem do Sars-CoV-2, vírus causador da nova pandemia pela Covid-19. Cientistas dos Estados Unidos, do Reino Unido, China e Bélgica acharam três possíveis datas para o surgimento da cepa viral: 1948-1969-1982.De acordo com a pesquisa, o gênero sub viral do qual o Sars-CoV-2 e o Sars-CoV.

Dessa maneira são denominados de sabercovírus, e passam por novas combinações rotineiramente e têm uma diferença genética relevante, essencialmente na China.Os pesquisadores explicaram que o Sars-CoV-2 não é variação de nenhum outro sabercovírus achado até agora e com presente receptores ACE2 humano, que dar a capacidade ao vírus infectar o organismo humano, é, supostamente, um detalhe ancestral e não é algo recentemente adquirido.

Famosos na fila dos R$ 600:auxílio emergencial foi pedido por 30 ex-BBB

Novo coronavírus pode estar circulando há 70 anos em morcegos.

De certo o artigo demonstrou que os coronavírus são muito recombinogênicos, isto é, combinam de novo partes de RNA.

Menores sub-regiões da matéria genética, que podem ter diversas origens independentes.

‘O vírus da gripe podem se reagrupar, porém não se recombinação homóloga nos segmentos de RNA, o que define que os questionamentos sobre a origem para os surtos de influenza podem ser diminuídas sempre às questões que se tratam das origens para cada um dos oito grupos de RNA de influenza’, demonstrou o artigo.

Por fim a pesquisa informou ainda que o vírus que está nos morcegos já têm os receptores para seres humanos.

Podendo sugerir que o vírus tenha contaminado os seres humanos sem precisar de hospedeiro intermediário.

Porém não exclui a outra opção de ter os pangolins como sendo os intermediários.

 

Fonte: Site R7

Fontenelle ataca Xuxa por apoio a Felipe Neto. “Esperar o que de uma pessoa que foi enxotada da Globo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *