Paciente reclama de sanguessuga retirada pelo nariz: ‘Muito pequena’

Paciente reclama de sanguessuga retirada pelo nariz: ‘Muito pequena’

Um homem precisou fazer um procedimento no hospital para retirar uma sanguessuga que ainda estava viva retirada pelo nariz, em uma unidade hospitalar da cidade chinesa de Pu’er, na região sul do país asiático.Mesmo aliviado por ter retirado o bicho, o paciente, que é fazendeiro de 57 anos de idade fez uma reclamação sobre o tamanho da sanguessuga, definida por ele como ‘pequena demais’.

De acordo com os meios de comunicação locais, a criatura permaneceu com vida por quase 15 dias dentro do corpo do homem.O que ocasionou em diversos episódios de hemorragias pelo nariz.A publicação fez uma explicação sobre as sanguessugas, e que as mesmas possuem a capacidade de ingerir quase cinco vezes o tamanho delas em sangue.Apesar disso, elas não possuem crescimento corporal mais rápido.

Paciente reclama de sanguessuga retirada pelo nariz: ‘Muito pequena’

Criatura foi removida da narina de fazendeiro chinês ainda viva e possuía aproximadamente 3 cm de comprimento. Confira nas imagens

Então o bicho que foi retirado pelo nariz do fazendeiro, tem aproximadamente 3 cm de comprimento. Para a equipe médica que atendeu o paciente e que foi responsável pela retirada da sanguessuga, o homem teria ingerido água que não era limpa, por essa razão contraiu a criatura.

Por fim, apesar da situação bizarra e a retirada do bicho, o fazendeiro passa bem, mas até hoje reclama que o bicho é muito pequeno.

 

(FOTO: REPRODUÇÃO/INTERNET)
Paciente reclama de sanguessuga retirada pelo nariz: ‘Muito pequena’

 

 

Fonte: Site R7

 

O filho de Hebe Camargo abre as portas da mansão e revela história mantida em segredo

Ouça os áudios que rapaz mandou de dentro do hospital antes de morrer com Covid-19; conteúdo deixa o Brasil em choque

Vestida de noiva enfermeira presta socorro a vítima de acidente logo após se casar e a vítima diz: “Escolheu a profissão certa, é um anjo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *