Para não ser julgada, ao ir às compras com a filha, mãe cola um cartaz na menina a explicar que não tem onde a deixar

Para não ser julgada, ao ir às compras com a filha, mãe cola um cartaz na menina a explicar que não tem onde a deixar
Publicidade :)

Pois a ideia desta mãe, queria apenas evitar algum tipo de constrangimento nessa fase de isolamento.
Assim a mãe fez uma adaptação na filha em tempo de pandemia.

O cenário deixou algumas pessoas que circulavam na zona, de boca aberta.

Mas infelizmente o Covid-19, está mostrando que maioria das pessoas não está sabendo lidar com a realidade que se vive atualmente.

Publicidade :)

Afinal o caso aconteceu no Texas, a mãe levou a sua filha de 5 anos, ao supermercado, e nas costas da criança colou um cartaz. A ideia da mãe, era apenas de alguma forma, mostrar que não tinha nenhum adulto.

 

que pudesse ficar com a filha e para ela não ficar em casa sozinha, estava a levando consigo às compras. No cartaz dizia o seguinte:

“Eu tenho 5 anos, e não posso ficar em casa sozinha, então preciso de ir com a minha mãe no mercado”.

Pois num post, feito pela mãe da menina MaryAnn Fausey, ela mostrou a real situação, mostrando e também explicando que essa atitude

 

era uma forma de evitar julgamentos, por se fazer acompanhar com a criança no meio de uma pandemia no mercado.

Alias algumas das pessoas, que circulavam ali naquele momento apoiaram a atitude da mãe, mas já outras a versão já foi contrária

elas disseram que levar a criança no mercado é um grande risco. Sim, elas tem razão é um risco enorme, mas deixar a criança em casa é outro risco e irresponsabilidade.

Assim nesses casos, as mães sozinhas deveriam recorrer a pessoas voluntárias para que fizessem as compras, nesta fase de quarentena.

 

Mas infelizmente este não é o primeiro caso, existe mais casos. Por exemplo outro caso, Sasan ANdrew, também comentou nas suas redes sociais, que passou pelo mesmo episódio.

Porem ela também levou a filha às compras, e em um momento ela foi mandada parar pela gerente, que lhe disse, que na próxima semana, já só seria permitido a entrada uma pessoa de cada vez na loja.

 

Além disso, o gerente também disse que a filha já tinha idade para ficar em casa sozinha, pois já tem 12 anos, Mas entretanto, a mãe disse para a gerente que isso não seria possível, por recomendações médicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *