Pedreiro passa mais de 16h na fila da Receita Federal e comove a web

Pedreiro passa mais de 16h na fila da Receita Federal e comove a web
Publicidade :)

Sr Raimundo Nonato de Souza, Maranhense de 55 anos de idade, se mudou com a familia para o Rio de Janeiro no ano de 1991.

Pois ele atua como pedreiro e relatou o seu sofrimento para conseguir regularizar a situação do CPF, que é feito no posto da Receita Federal.

Ele comoveu a web, apresentando a sua dificuldade em conseguir fazer isso na cidade de Madureira, Zona norte do Rio.

Publicidade :)

Assim ele chegou ao local por volta das 19h na terça-feira (14) de abril e precisou passar a noite no local.

apenas com uma mochila e caixas de papelão que acabaram sendo utilizadas como cama.

Alias logo pela manha, ele se locomoveu até uma feirinha próxima, e comprou uma penca de bananas e algumas unidades de pães.

 

dividindo o alimento que tinha com outras pessoas que também aguardavam na fila.

Assim seu atendimento somente foi realizado por volta das 11h30 da manha desta quarta-feira 15 de abril.

Ou seja, sua espera totalizou mais de 16h30.Logo pela manha, ele se locomoveu até uma feirinha próxima.

e comprou uma penca de bananas e algumas unidades de pães, dividindo o alimento que tinha com outras pessoas que também aguardavam na fila.

Pois ele como milhões de brasileiros tenta conseguir o auxilio emergencial de R$600.

 

oferecido pelo governo federal como uma ajuda para o combate da nova pandemia do coronavírus.

Após entrevistado por muitas emissoras, e muitas pessoas acabaram sendo solidarias e se locomoveram até o lugar onde Raimundo estava.

Ele esta atualmente desempregado e possui cinco filhos.

 

Sua sobrevivência se da por meio de “bicos”que ele realiza.

 

Afinal ele obteve ajuda de sua filha para tentar resolver o problema do CPF pela internet, mas acabou que não conseguiu.

 

Por isso teve que se locomover até a receita federal, que a propósito obtém muitas aglomerações em todo o país.

Muitas pessoas estão passando necessidades em meio a esta crise que o covid-19 trouxe ao país. Este auxilio veio para ajudar os mais necessitados.

porém as exigências tem implicado com a situação de muitas pessoas, como a regularização do documento em meio a este isolamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *