Pesadelo no Equador, mortos pelas ruas e caixões de papelão

Pesadelo no Equador, mortos pelas ruas e caixões de papelão
Publicidade :)

O pesadelo no Equador parece não ter fim, oc corpos são largados pelas ruas e a população não tem apoio do governo. De acordo com os registros divulgados pela impressa do Equador, mais de 6 mil pessoas morreram sem explicação. Sem dinheiro para poder comprar os caros caixões de madeira as pessoas tem recorrido a caixões de papelão.

Quais são os melhores tecidos para fazer uma máscara caseira?

Segundo o relatado por moradores de Guaiaquil o epicentro da pandemia no país, as autoridades não dão conta de enterrar os corpos. Sem falar das altas taxas cobradas por funerárias e cemitérios, com a demora em realizar os enterros os corpos ficam aguardando nas casas ou abandonados nas ruas.

Publicidade :)

EUROPA ULTRAPASSA MARCA DE 100 MIL MORTES POR CORONAVÍRUS

De acordo com o governo número de mortes por covid-19 é de 515 pessoas, mas as denuncias feitas pela imprensa sugerem que seja maior. Conforme as denuncias feitas pela imprensa do país, na cidade de Guaiaquil foram retirados 800 corpos de suas residências.

Bolsonaro promove nova aglomeração no Palácio do Planalto

A prefeita Cynthia Viteri reconhece o problema e diz que “não há espaço nem para vivos, nem para mortos” nos hospitais e cemitérios da cidade. O governo do país reconhece que houve uma falha na contabilidade dos mortos, e as mortes podem passar de 6000 mil pessoas.

Assista : Cobrança de dízimo em auxílio emergencial?

O presidente do Equador Lenín Moreno reconheceu que o país passa por uma crise sem precedentes, de acordo com especialista a queda do presidente do Equador pode ocorrer nas próximas semanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *