Polícia conclui que tiro disparado pela amiga que matou adolescente

Polícia conclui que tiro disparado pela amiga que matou adolescente de 14 anos foi intencional.

Ela vai responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso. O pai da jovem foi indiciado por posse de arma de fogo, homicídio culposo, fraude processual. Por entrega da arma para uma filha. A Polícia Civil do Mato Grosso concluiu o inquérito que apura a morte da adolescente de 14 anos Isabele Guimarães Ramos, morta com um tiro na cabeça em 12 de julho, em um condomínio de luxo em Cuiabá.

Veja mais: Isabeli Fontana faz revelação chocante sobre a “culpada” de sua primeira gravidez

Mas, também vão responder na Justiça o namorado da jovem, um adolescente de 16 anos, que levou a arma para a casa da adolescente e o pai dele. No caso dele, ele é acusado de ato infracional análogo ao porte ilegal de arma de fogo. Já o pai responderá por omissão de cautela na guarda de arma de fogo, já que a arma pertencia a ele.

Polícia conclui que tiro disparado pela amiga que matou adolescente de 14 anos foi intencional.

Mas, de acordo com Wagner Bassi, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (2/9). A adolescente carregou a arma, apontou para o rosto da amiga e disparou a uma distância de 20cm a 30cm.

Pois, com essa investigação, o delegado concluiu que a cena do crime foi alterada antes da polícia chegar. A conclusão da polícia é de que, no dia do crime, o namorado da adolescente levou a arma para a casa dela.

Veja mais: Governo divulga novo calendário do Auxílio Emergêncial, confira

Paola Carosella diverte seguidores ao mostrar que filha é fã de Felipe Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *