Previdência – A regra para os professores será mais branda

Aposentadoria será similar ao último salário e reajuste conforme os ativos

 

Samuel Moreira do PSDB-SP, relator da reforma da Previdência informou que irá propor um complemento ao seu voto no que tange aos professores para que possam receber o mesmo valor do último salário quando ativo, assim como também paridade aos 57 anos de idade.

A versão do relatório anterior era que os professores teriam direito a paridade e salário igual ao último quando atingissem 60 anos.

Há uma previsão de leitura do novo parecer na próxima semana, caso haja acordo com os líderes dos partidos sobre o texto.

Moreira fará ajustes à versão do primeiro relatório da reforma na comissão especial. A previsão é que ele faça a leitura do novo parecer no colegiado nesta terça-feira, se houver acordo com líderes dos partidos em torno do texto.

Há ainda uma pressão para que os professores não sejam inclusos nesta reforma, igual como aconteceu com os trabalhadores rurais e os idosos de baixa renda, porém conforme divulgado pelo relator não pretende realizar novas concessões para os professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *