Qual pode ser os efeitos do isolamentos social entre os jovens

Qual pode ser os efeitos do isolamentos social entre os jovens
Publicidade :)

Qual pode ser os resultados do isolamento social entre os jovens durante esta pandemia? O Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) tem demosntrado preocupação com a saúde de jovens entre 15 e 29 anos.

O conselho é responsável por administrar políticas que tenham como foco este grupo de brasileiros. No entanto o conselho está atento aos reflexos da pandemia neste grupo. A preocupação ocorre, principalmente, com a parcela mais vulnerável, afetada pelo desemprego e por outros problemas antes mesmo do surgimento da doença e das suas consequências econômicas.

Provável substituto de Mandetta, chega a Brasília para reunião

Publicidade :)

“Basta vermos as dificuldades que os jovens já enfrentavam para sabermos que, a médio e longo prazo, quando superarmos a pandemia, os mais prejudicados serão eles. Principalmente os que não tiverem capacitação técnica, instrução ou experiência. Esses vão ter mais dificuldade de acessar os postos de trabalho”, disse o presidente do Conjuve, Rafael Davi Campos

A preocupação com este grupo se dá em particular com a maneira como eles administram a situação e as possíveis perdas. As mudanças nos habitos sociais e perdas não apenas de algum amigo ou parente para a doença. Mas também a perca de empregos do jovem ou de seus cuidadores durante a crise pode trazer sérias consequências emocionais.

“É papel do Conjuve destacar a importância de não olharmos apenas para o presente, de nos anteciparmos e pensarmos no futuro. Nesse sentido, é preciso um olhar atento às políticas públicas voltadas para a juventude, pois muitos jovens são pais de família, sustentam suas casas, ajudam seus pais, e certamente enfrentarão grandes dificuldades”, acrescentou Campos.

Efeitos econômicos

Estimasse que em todo o mundo cerca de quase 200 milhões de postos de trabalho vão ser fechados. De acordo com a estimativa da Organização Internacional do Trabalho só na América Latina e no Caribe, a crise pode custar 14 milhões de vagas de trabalho.

Com fechamento de postos de trabalho é esperado que muitos jovens se deparem a primeira vez na sua vida com a perca do emprego. Se para um adulto maduro isso pode ser difícil de administrar imagine para um jovem em meio a uma crise como a que vivemos.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *