Regina Casé mostra ‘TRISTEZA’ do filho com ‘RACISMO’:

Regina Casé mostra ‘TRISTEZA’ do filho com ‘RACISMO’:

Então, como é triste a gente ter que discutir sobre um assunto tão antigo, que não pertence aos dias de hoje, e de forma alguma deve ser aceito.

Contudo, o racismo ainda existe, e temos exemplos diariamente ao redor do mundo, pessoas sem coração e desumanas que praticam o ato.

Muitos vezes estes atos são registrados, mas nem sempre a justiça é feita, o que os leva a crer que o racismo está presente até mesmo nos maiores dos órgãos estaduais.

Veja também:

Corpo de atriz querida é encontrado sem vida em praia e público chora. ‘Sempre lembraremos de você’.

Após morte de João Alberto, Ana Maria causa revolta na web com comentário sobre ” Consciência Negra’.

Mulher passa 78 dias internada em estado grave. E ao ganhar alta descobre que sua própria mãe casou com seu marido:

Os exemplos mais esplícitos de racismo estão no esporte, nos estádios de futebol por exemplo, onde torcedores em conjunto não se importam de praticar o ato.

Algo que é muito triste, já presenciamos discursos racistas de famosos também, como pode no ano de 2020 a gente ter que tratar de um assunto desse.

Entretando a luta continuará até não existir mais desigualdade, as pessoas gostem ou não, apesar de muitas pessoas demonstrar incômodo.

Regina Casé mostra ‘TRISTEZA’ do filho com ‘RACISMO’:

Recentemente tivemos o caso de João Alberto de 40 anos, negro morto dentro de um supermercado de Porto Alegre covardemente.

A apresentadora e atriz Regina Casé, expos em suas redes sociais a tristeza do filho de 7 anos Roque, que ja compreende o racismo de forma séria.

Portanto o menino faz comentários seguidos sobre episódios de racismo com sua mãe, ele que também é negro, como o de Floyd nos Estados Unidos.

Regina nop entando cuida muito até onde onde filho pode ver as questões que abordam o assunto na internet, o garota fes questão de relatar.

-” Antes era a escravidão, hoje é o racismo”. completou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *