Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Suspeito de mat@r mulher, abandonou filha em cima do corp0 da mãe. “absurdamente violento”. Ver mais

O único suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, que foi preso em Sergipe na segunda-feira (18).

Um homem, suspeito de cometer um crime chocante em Itabaiana, abandonou filha de apenas um ano e oito meses junto ao corpo da mãe após o ato. O delegado Afrânio de Brito confirmou a informação e classificou o incidente como “extremamente violento”. A vítima, Mariana da Silva, foi tragicamente tirada da vida na presença da filha do casal, na PB-066, estrada que conecta Juripiranga a Itabaiana, na Paraíba. Ele teria fugido logo após o ocorrido.

Suspeito Abandonou Filha Junto ao Corpo da Mãe em Itabaiana

Segundo o delegado, após cometer o crime, o homem teria deixado o corpo da mulher em uma pequena ribanceira e colocado a filha sobre a mãe. O principal suspeito é Roberlan Junior da Silva, ex-companheiro da vítima. Ele foi detido na segunda-feira (18) na fronteira entre Sergipe e Bahia. De acordo com a polícia, o suspeito admitiu o crime, mas não se lembra do motivo. Ele mencionou ciúmes como possível causa e expressou arrependimento.

Portanto, a Polícia Civil informou que a vítima, o suspeito e a criança estavam em uma motocicleta na PB-066 quando o homem desceu do veículo e iniciou uma discussão com a vítima, resultando no esfaqueamento. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu ao chamado, mas, infelizmente, a vítima não sobreviveu aos graves ferimentos.

O Conselho Tutelar local foi chamado para dar suporte à criança que estava presente no momento do crime.

Família pede justiça

Todavia, a família está em busca de justiça. Em uma entrevista à TV Cabo Branco, a mãe da vítima, chamada Penha, revelou que sua filha e o parceiro estavam separados há um ano. A filha mencionou que o relacionamento havia terminado, mas não discutiu os problemas que enfrentavam.

Contudo, no fatídico dia do crime, dona Penha relata que experimentou um pressentimento sombrio. Ela tentou, sem sucesso, entrar em contato com o ex-genro e a filha, sem ter conhecimento do feminicídio naquele momento. Entretanto, a terrível notícia foi transmitida a ela pela polícia.

Com uma voz carregada de emoção, ela declarou: “Todos nós clamamos por justiça pelo que ele fez. Ele tirou de nós uma princesa linda. Essa dor, eu nunca vou esquecer”.

Além disso, dona Penha compartilhou que a criança que presenciou o crime está profundamente traumatizada. A pequena está assustada, chora muito e constantemente chama pela mãe. Com um suspiro pesado, ela concluiu: “É devastador perder o amor da sua vida”.

Mantenha-se atualizado sobre os principais eventos no Brasil e no mundo, continuando a acompanhar nosso site.

Leia mais: Chega ao fim o julgamento de Daniel Alves na Espanha e defesa faz pedido. Ver mais

Comentários estão fechados.