Urgente! fim do pesadelo,pesquisadores descobrem a cura do covid-19!

Urgente! fim do pesadelo,pesquisadores descobrem a cura do covid-19!
Publicidade :)

Urgente! fim do pesadelo,pesquisadores descobrem a cura do covid-19!

Sem sombras de dúvidas mundo está passando por um dos piores momentos da sua história. Tudo isso por causa do surto do novo covid-19, também conhecido como coronavírus.

Por causa desta pandemia, todo o mundo está parado por medidas de segurança, aeroportos, lojas, shoppings e cinemas, além de todos os outros locais de aglomerações de público já foram fechados.

Publicidade :)

Pois milhares de casos de mortes são confirmados todos os dias, e por conta disso, aumenta ainda mais a preocupação da população e governantes.

Mas uma notícia bastante positiva acabou de ser divulgada e trouxe consigo muita esperança e fé de que logo logo isso tudo será solucionado, e as pessoas poderão voltar a rotina normal.

Então desde que o covid-19 teve o seu início na China, foi iniciada uma enorme corrida entre diversos laboratórios e centros tecnológicos de saúde para elaborar o medicamento capaz de combater este vírus.

Urgente! fim do pesadelo,pesquisadores descobrem a cura do covid-19!

Mas finalmente um resultado bastante eficaz e benéfico foi diagnosticado. Assim a pesquisa aconteceu na Monash University, localizada na Austrália.

Então os pesquisadores descobriram uma grande eficiência de um anti parasita no combate do coronavírus.

Dessa forma estudo foi divulgado em uma revista bastante conceituada no país. Que os cientistas também alertaram que o medicamento ainda não pode ser utilizado, pois alguns aprimoramentos ainda estão sendo feitos.

Se trata da substância chamada Ivermectin, que em apenas uma dose, é capaz de combater o SARS-CoV-2 (covid-19).

Em outras análises o Ivermectin já se mostrou uma forte ferramenta no combate de outros vírus como HIV, Dengue, Zica Vírus e Influenza.

Urgente! fim do pesadelo,pesquisadores descobrem a cura do covid-19!

 

 

Veja mais também:Prefeito permitiu festa durante a pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *