Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Bebê de 3 meses perde a vida após ingerir algo que muitas pessoas consomem no dia a dia. Caso serve de alerta!

Uma mistura de leite de vaca, fubá, sal e açúcar causou a morte de um bebê de três meses.

Na madrugada desta segunda-feira (23), uma tragédia ocorreu em Varzelândia quando uma bebê de três meses faleceu após a ingestão de uma mistura de leite de vaca, fubá, sal e açúcar.

Trágica Perda: Bebê Não Resiste Após Dificuldades Respiratórias

Posteriormente, a Polícia Militar foi chamada ao hospital local. Lá, o médico relatou que os pais haviam levado a criança, que estava com dificuldade para respirar. Infelizmente, a pequena não resistiu.

Diante da situação, o médico declarou que foi necessário realizar manobras e administrar medicamentos. Ele ainda mencionou que a causa provável da morte foi a alimentação inadequada da bebê.

Segundo a PM, a menina, desde os dois meses de idade, era alimentada com a mistura pelos pais, que revelaram que ela começou a chorar intensamente 20 minutos após a ingestão. Ao perceberem que ela estava com dificuldade para respirar, eles agiram rapidamente e a levaram para o hospital.

Posteriormente, o médico complementou em outra conversa com os policiais que a unidade de saúde atendeu a criança dois minutos após sua chegada. Ela estava com baixa perfusão, dispneia e pele fria.

A Deterioração da Saúde de uma Criança Apesar do Tratamento para Insuficiência Respiratória Aguda

Todavia, após detectar insuficiência respiratória aguda, administramos oxigênio e medicamentos. No entanto, apesar dessas intervenções, o estado de saúde da bebê deteriorou-se. Infelizmente, a bebê não resistiu e veio a falecer.

Portanto, o leite materno é uma fonte rica e natural de nutrientes, incluindo proteínas, gorduras, vitaminas e anticorpos, que são vitais para o crescimento, desenvolvimento e saúde geral do bebê. Além disso, a amamentação também pode ajudar a fortalecer o vínculo entre a mãe e o bebê.

Contudo, é sempre importante lembrar que a decisão de amamentar e a duração da amamentação podem variar dependendo das circunstâncias individuais de cada mãe e bebê. Portanto, qualquer questão ou preocupação deve ser discutida com um profissional de saúde.

Um profissional de saúde deve orientar a introdução gradual de alimentos sólidos. Lembre-se, cada bebê é único e pode ter necessidades nutricionais diferentes. Consultar um pediatra ou nutricionista para obter conselhos personalizados é sempre melhor.

Eles são profissionais treinados que podem fornecer orientações baseadas em evidências e considerar todos os aspectos da saúde e do bem-estar de uma pessoa. Isso é especialmente importante quando se trata de crianças, pois suas necessidades nutricionais podem ser bastante específicas.

Leia mais: Vídeo: mãe decide gravar o que a babá fazia em quarto com sua filha, fica chocada e cai em lágrimas. Ver mais

Comentários estão fechados.