Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Covid-19 deixa o cabelo ralo? Entenda o que aconteceu com Zezé Di Camargo. Ver mais

Em stories do Instagram, o cantor contou que sofreu queda capilar após ter sido diagnosticado três vezes com Covid-19; entenda a relação

Em uma série de stories do Instagram, o cantor Zezé Di Camargo revelou que sofreu queda capilar após ter sido diagnosticado três vezes com Covid-19. O artista justificou a realização de um implante capilar no último mês devido à queda de cabelo. Ele contou: “Tive três Covid e meu cabelo ficou muito ralo em cima. Como eu tenho muito cabelo ainda, fiz um preenchimento”. Zezé também negou que esteja ficando careca e esclareceu rumores.

Zezé Di Camargo: A Relação entre Queda de Cabelo e Covid-19

Portanto, a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) explica que a queda capilar é um dos sintomas que podem persistir mesmo após a recuperação da Covid-19. As causas para o fenômeno incluem a ocorrência de febre alta, a redução da oxigenação do folículo capilar e o estresse causado pela doença.

De acordo com pesquisadores de universidades dos Estados Unidos, México e Suécia, a queda de cabelo aparece entre os cinco sintomas mais relatados por pacientes que tiveram Covid. Os cientistas analisaram dezenas de pesquisas anteriores sobre o tema, envolvendo 48 mil pacientes no total. Cerca de 25% dos participantes relataram perda capilar após a recuperação da doença.

Zezé Di Camargo explica transplante capilar

Explicação da Cardiologista Stephanie Rizk

Em entrevista, a cardiologista Stephanie Rizk explica que a queda de cabelo pode ocorrer tanto em quadros leves, como nos moderados e graves e costuma ser mais frequente em mulheres. Além da Covid-19, outros fatores podem contribuir para o fenômeno, como anemia, deficiência de nutrientes e minerais, alterações hormonais e químicas.

“A Covid-19 é uma infecção que gera uma inflamação. Ela dá muitas ‘ites’, como a vasculite. Se a gente lembrar que todos os vasos inflamam, inclusive os vasos que nutrem o couro cabeludo, isso eventualmente gera uma inflamação do folículo, a foliculite, que predispõe a queda de cabelo”, esclarece a especialista.

Dicas para Evitar a Perda de Cabelo

Todavia, a especialista também elencou, na ocasião, algumas dicas de como evitar a perda de cabelo, incluindo o consumo de alimentos ricos em zinco, selênio e vitamina B12, além do ferro. “[Esses alimentos] favorecem aquele folículo piloso a segurar o fio de cabelo. A vitamina D também é essencial para mantermos o fio pelo tempo certo no couro cabeludo”, disse.

O zinco é um mineral fundamental para o organismo, mas que não é produzido pelo corpo humano, sendo facilmente encontrado em alimentos de origem animal. Suas funções incluem garantir o bom funcionamento do sistema nervoso e fortalecer o sistema imunológico, deixando o corpo mais forte para resistir a infecções provocadas por vírus, fungos ou bactérias. A falta de zinco pode provocar alterações na sensibilidade aos sabores, queda de cabelo, dificuldade para cicatrizar e, até, problemas de crescimento e desenvolvimento em crianças.

Os alimentos ricos em selênio são principalmente a castanha-do-pará, o peixe, os frutos do mar, o feijão, o ovo, as sementes de girassol, o frango e a carne bovina. O selênio é um mineral importante para o bom funcionamento da glândula tireóide. Além disso, o selênio também ajuda a fortalecer o sistema imunológico e prevenir o surgimento de doenças neurodegenerativas e cardiovasculares.

Nos últimos anos, a vitamina D foi associada ao crescimento dos cabelos. A vitamina D pode contribuir com a criação de novos folículos – pequenos poros onde novos cabelos podem crescer. Isso pode melhorar a espessura ou diminuir a quantidade de perda de cabelo. Além disso, a vitamina D também pode auxiliar a acordar os folículos que tenham se tornado dormentes3. A calvície acontece quando os folículos estão constantemente dormentes.

Resiliência e Positividade: A Jornada de Zezé Di Camargo

Em suma, Zezé explicou que a doença afetou a densidade de seu cabelo, levando-o a realizar um implante capilar para preencher as áreas que ficaram mais ralas. Apesar dos desafios enfrentados, Zezé manteve uma atitude positiva, esclarecendo rumores e reafirmando que não está ficando careca. Sua história destaca a importância de cuidar da saúde capilar e como condições de saúde podem impactar a qualidade do cabelo. É um lembrete para todos nós de que a saúde geral do corpo pode ter um impacto direto na saúde do nosso cabelo.

Mantenha-se atualizado sobre os principais eventos no Brasil e no mundo, continuando a acompanhar nosso site.

Leia mais: Qual a diferença entre os sintomas da Dengue e da Gripe? Saiba mais

Comentários estão fechados.