Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Entenda a Motivação do Sequestro de Marcelinho Carioca. ‘O ex-jogador foi sequestrado com uma mulher que ele mantinha relacionamento’… Ver mais…

Na madrugada de domingo (17/12), bandidos sequestraram o ex-jogador Marcelinho Carioca e Tais Moreira em São Paulo.

Marcelinho Carioca, o ex-jogador de futebol, tornou-se o centro das atenções desde a última segunda-feira (18/12). Sequestradores pegaram ele na madrugada de domingo (17/12) ao sair da Tardezinha, um evento organizado por Thiaguinho, em São Paulo.

De acordo com o Diretor do DOPE, Paulo Piilz, o crime foi uma questão de oportunidade.

Houve muita especulação sobre a motivação do incidente. No entanto, de acordo com Paulo Piilz, diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas da Polícia Civil (DOPE), o crime foi uma questão de oportunidade.

“O veículo chamou a atenção e foi o alvo. Só depois perceberam que era o Marcelinho”, declarou o diretor. O carro de luxo do ex-jogador, um Mercedes-Benz CLA 250 avaliado em R$ 285 mil, foi posteriormente encontrado abandonado em uma rua de Itaquaquecetuba.

Adicionalmente, segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Dian, ocorreu também um caso de extorsão. A família de Marcelinho foi levada a transferir R$ 40 mil para os criminosos.

Os sequestradores exigiram e realizaram transferências via pix, dado que se trata de um crime de extorsão. Foi então que a polícia começou a investigar os primeiros suspeitos que recebiam os pix”, explicou.

Contudo, Seis indivíduos foram levados à delegacia pelas autoridades, onde um deles foi interrogado como testemunha. As autoridades prenderam quatro deles em flagrante e liberaram um.

A polícia continua à procura de mais suspeitos e está investigando se a ordem para o crime veio de detentos que possam ser os mentores dos criminosos.

Em seguida, a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima sobre um suposto cativeiro que abrigava um casal.

Ao se dirigirem ao local, os agentes realizaram uma busca e encontraram Marcelinho, Tais Moreira e duas outras mulheres. Os suspeitos abordaram Marcelinho e Tais Moreira quando estavam juntos.

Todavia, Lucas Surcin, filho de Marcelinho Carioca, expressou sua angústia sobre os momentos de tensão que a família enfrentou após o desaparecimento de seu pai. Em suas redes sociais, o jovem caracterizou o sequestro do ex-jogador de futebol como o “dia mais difícil de sua vida”.

“Sem dúvida, ontem foi o dia mais difícil de nossas vidas. Quero expressar minha gratidão a todos que enviaram mensagens e ligaram. Peço desculpas por não responder, realmente não foi fácil”, declarou Lucas.

O Sequestro de Marcelinho Carioca

Todavia, O incidente Na transição da noite de sábado (16/12) para a madrugada de domingo (17/12), o ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca foi vítima de sequestro, após sua saída do show de Thiaguinho na Neo Química Arena, localizada em Itaquera, na zona leste da cidade.

Marcelinho estava a caminho de Itaquaquecetuba, na região metropolitana de São Paulo, para entregar ingressos do show a uma amiga. De acordo com a polícia, o veículo do ex-jogador — uma Mercedes — teria despertado o interesse de criminosos, que o abordaram. Durante o confronto, o ex-atleta sofreu uma agressão, sendo atingido com uma coronhada no olho esquerdo.

Criminosos raptaram Marcelinho e sua amiga, com quem ele trabalhou na prefeitura da cidade.

Inicialmente, os sequestradores não reconheceram a identidade da vítima. No entanto, ao perceberem que se tratava do ex-jogador, decidiram exigir um resgate à família.

De acordo com a polícia, o sequestro ocorreu na Rua Salesópolis, em Itaquaquecetuba. Os criminosos transportaram as duas vítimas até a Rua Ferraz de Vasconcelos, no mesmo município, que serviu de cativeiro.

O veículo da vítima foi encontrado abandonado na Rua Jacareí. Dentro do carro, havia uma arma de airsoft.

Marcelinho, o ex-jogador, relatou que não conseguiu ver o rosto dos sequestradores, uma vez que permaneceu com um capuz durante todo o tempo.

Além disso, ele mencionou que, em um determinado momento na segunda-feira, ouviu o som de um helicóptero. Simultaneamente, ele captou comentários dos sequestradores.

Ele recorda claramente de ouvir os sequestradores exclamando: “A casa caiu, a casa caiu. Nós temos que libertar ele (sic)”. Essas foram as palavras que marcaram a experiência vivida por Marcelinho.

Leia mais: Vídeo Chocante Mostra Momento em que mulher CAI de brinquedo e MORRE em MG… Veja o vídeo…

Comentários estão fechados.