Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Vídeo: PM faz resgate de rapel em área onde helicóptero foi encontrado. “Os destroços foram… Ver mais

Policia Militar localizou helicóptero no 12° dia de buscas em Paraibuna, interior de SP; agentes desceram de rapel na área de mata

Na manhã desta sexta-feira (12/1), o helicóptero que desapareceu com quatro pessoas a bordo foi localizado em Paraibuna, no interior de São Paulo. Em seguida, as equipes de resgate da Polícia Militar (PM) realizaram um resgate de rapel sobre a região de mata. Durante a operação, a Polícia Civil e a Força Aérea Brasileira prestaram apoio. Infelizmente, a PM confirmou a morte dos quatro tripulantes posteriormente.

Imagens Capturam Momento Crucial; um dos agentes desce de rapel de um helicóptero Águia da PM.

Portanto, as imagens divulgadas pela corporação capturam um momento crucial. Um dos agentes desce de rapel de um helicóptero Águia da PM. Posteriormente, ele se dirige ao local onde encontraram os destroços da aeronave.

Estavam a bordo do helicóptero o piloto Cassiano Teodoro, de 44 anos, além dos três passageiros Raphael Torres, 41; Luciana Rodzewics, 45, e Letícia Ayumi, 20.

Todavia, no dia 31/12, o helicóptero decolou do Aeroporto Campo de Marte, localizado na zona norte da capital, com destino a Ilhabela, no litoral norte do estado. No entanto, devido às condições climáticas adversas, o piloto optou por retornar durante o trajeto. Em um momento crucial, por volta das 15h, Letícia comunicou ao namorado via WhatsApp que a aeronave havia realizado um pouso inesperado “no meio do mato”.

Contudo, Letícia, antes da aeronave desaparecer do radar, enviou um vídeo para o namorado. Ela mencionou que, em virtude das condições climáticas adversas, o piloto optou por interromper a viagem. Consequentemente, decidiu retornar a São Paulo.

Aeronave Encoberta pela Neblina: Um Vídeo Enviado para o Namorado

“Está perigoso. Há muita neblina. Estou retornando”, foi o que Letícia escreveu. No vídeo que ela enviou ao namorado, é possível ver o helicóptero encoberto pela neblina.

Posteriormente, a equipe de inteligência do Departamento de Operações Especiais (Dope) conseguiu identificar o local de pouso do helicóptero, utilizando antenas de telefonia. Com a autorização da Justiça para quebrar o sigilo, a polícia teve acesso à localização do aparelho, conforme registrado pelas torres de telefonia.

Dessa forma, foi possível determinar o local onde o celular de um dos ocupantes da aeronave emitiu seu último sinal, próximo à Represa de Paraibuna. Infelizmente, os dispositivos dos outros membros da tripulação não foram identificados pelas antenas.

Foi a antena que detectou sinais do celular de Luciana Rodzewics. O dispositivo continuou a emitir sinais que a antena captou até às 22h14 do dia 1° de janeiro, aproximadamente 33 horas após a decolagem em São Paulo.

Logo após, o Dope identificou sinais do celular de Raphael Torres por uma antena em Paraibuna. O Dope registrou esses sinais até as 23h54 do dia 31 de dezembro.

Simultaneamente, câmeras de monitoramento na Rodovia dos Tamoios, localizada em Paraibuna, no Vale do Paraíba, em São Paulo, capturaram imagens que podem ser do helicóptero. Este foi visto pela última vez, até o momento, por volta das 15h20 do dia 31/12. No mesmo dia, as câmeras da estrada registraram a movimentação de uma aeronave, na altura do quilômetro 58, às 14h07.

Leia mais: PM anuncia a trágica notícia; Os 4 Passageiros do Helicóptero que caiu em SP Estão Mortos. Ver mais

Comentários estão fechados.