Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Helicóptero que caiu em área de mata em SP ficou completamente destruído. Veja vídeo

Aeronave foi encontrada na manhã desta sexta-feira (12) em uma área de difícil acesso em Paraibuna (SP). Os quatro ocupantes da aeronave morreram no acidente.

O helicóptero que sofreu uma queda em uma área florestal em Paraibuna, situada no interior de São Paulo, foi totalmente destruído. As imagens divulgadas neste sábado (13) evidenciam a gravidade do acidente, mostrando os destroços da aeronave espalhados pelo local. Além disso, encontraram objetos pessoais das vítimas na cena do acidente.

Na manhã de sexta-feira (12), as forças de segurança finalmente localizaram o helicóptero após 12 dias de uma operação intensiva de buscas. Infelizmente, o acidente resultou na morte dos quatro ocupantes da aeronave.

Esforços de Resgate Após a Descoberta da aeronave

Contudo, desde a descoberta da aeronave, as equipes de busca e resgate têm trabalhado incansavelmente para remover os corpos e os destroços. As condições meteorológicas na região de Paraibuna obrigaram a remoção dos corpos das vítimas a ser feita por terra.

Todavia, durante a noite, policiais militares e bombeiros permaneceram no local do acidente e abriram uma trilha pela mata. Ao amanhecer, as equipes seguiram a trilha até uma estrada de terra. Portanto, foi lá que os corpos foram colocados em um veículo para serem transportados até o Instituto Médico Legal (IML) de São José dos Campos.

Portanto, os corpos chegaram ao IML por volta de 14h40. A Secretaria de Segurança Pública conduziu um exame necroscópico neles e, após a liberação, os levou ao IML Central, onde os liberará para os familiares. Contudo, os corpos deixaram a cidade no fim da tarde deste sábado.

O delegado Clemente Calvo Castilho, da Divisão de Operações Especiais, coletou DNA e impressões digitais para identificar os corpos, dispensando assim o reconhecimento pela família.

Neste sábado, os investigadores da Força Aérea Brasileira finalizaram as primeiras apurações no local do acidente, com o objetivo de descobrir as causas do mesmo.

Todavia, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) afirmou que concluirá a investigação no menor tempo possível. No entanto, o prazo depende da complexidade de cada incidente e da necessidade de identificar os possíveis fatores que contribuíram para o acidente.

Em nota, a empresa CBA Investimentos LTDA, operadora da aeronave, expressou condolências às famílias e amigos das vítimas. Informou que presta apoio necessário aos parentes das vítimas, inclusive com traslado e sepultamento.

“Estamos corroborando integralmente com as autoridades competentes para esclarecer as circunstâncias do ocorrido. Expressamos nossa solidariedade aos familiares das vítimas e reiteramos nosso compromisso em agir com transparência e responsabilidade durante todo o processo de investigação”, diz a nota.

Portanto, o helicóptero foi encontrado em uma fazenda, situada em uma região de acesso complicado. A propriedade está a 11 quilômetros do local onde a aeronave conseguiu pousar, em Paraibuna, e a 100 quilômetros de distância do Campo de Marte, ponto de onde decolou no dia 31 de dezembro. Ilhabela, que seria o destino final do voo, está a 42 km do local do acidente.

Os ocupantes do helicóptero são:

  • Luciana Rodzewics, de 45 anos;
  • Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos (filha de Luciana);
  • Raphael Torres, 41 anos (amigo de Luciana e Letícia);
  • Cassiano Tete Teodoro, de 44 anos (o piloto).

Leia mais: O Jornalista Evaristo Costa é Internado na UTI Após Fortes Dores Abdominais. “A baixa imunidade dei… Ver mais

Comentários estão fechados.