Notícias e Informações

Mãe é presa após matar o filho de 2 meses de idade: O que ela fez com o corpo do bebê é inacreditável… Ver mais…

Mulher é suspeita de ter jogado corpo do filho em dentro de um poço.

Lucélia Silva, foi presa em flagrante por matar e esconder dentro de um poço o corpo do próprio filho em São Félix do Xingu, no Sul do Pará.

O crime chocou a população de São Félix do Xingu. Muitas pessoas se manifestaram nas redes sociais, repudiando a ação da mulher.

A mãe disse que seu filho havia sido sequestrado.

Portanto, o crime aconteceu na localidade do Nereu, área rural do município de São Félix do Xingu.

De acordo com o delegado José Carlos Rodrigues, a mãe do pequeno Marcos Henrique, procurou a Delegacia de Polícia Civil pela manhã da última quinta-feira (9), dizendo que a criança havia sido sequestrada.

Ela contou aos policiais que a criança estava dormindo juntamente com ela na cama e desapareceu.

Lucélia Silva disse que por volta das 2h30 da madrugada ela acordou e deu de mamar para o pequeno e voltou a dormir juntamente com a criança na cama. Já quase amanhecendo ela acordou e sentiu falta do filho.

Ainda na delegacia, a mãe gravou um vídeo falando do desaparecimento do seu filho e pedindo que quem tivesse com a criança que entrasse em contato.

Após a informação do sumiço da criança, a Polícia Militar iniciou uma operação de buscas pelo paradeiro do pequeno.

O pequeno Marcos Henrique foi encontrado boiando dentro de um poço por um morador da região.

No entanto, minutos após iniciar as buscas, uma equipe de policiais lotados no Batalhão de Polícia Militar de São Félix do Xingu encontrou o corpo boiando dentro de uma cisterna.

Inclusive, a cisterna fica localizada nas proximidades da residência onde a mãe da criança reside na companhia de outros familiares.

A polícia, após encontrar o corpo, passou a considerar a mãe a principal suspeita do crime. Contudo, durante um interrogatório policial, ela confessou que sufocou a criança e jogou o filho pequeno dentro da cisterna.

A Polícia Civil encaminhou o corpo do bebê para perícia. A Delegacia de Homicídios de São Félix do Xingu investiga o caso sob sigilo.

Por fim, comentários de vizinhos da acusada dizem que ela cometeu o crime pelo fato de dias atrás ter feito o teste de DNA da criança e o resultado foi de que o resultado não era favorável ao homem que ela dizia ser o pai da criança.

Dessa forma, a polícia encerrou o procedimento policial e encaminhou a mãe para o presídio feminino de Marabá, onde ela ficará à disposição da Justiça.

Portanto, é importante que a sociedade se mobilize para combater a violência contra crianças e adolescentes. Todos nós temos um papel a desempenhar para garantir a segurança e o bem-estar das nossas crianças.

Leia mais: Priscilla Alcantara: Uma mudança radical na carreira e na aparência coloca a cantora entre os assuntos mais comentados… Ler mais…

Comentários estão fechados.