Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Incidente Chocante: Mulher joga carro dentro de recepção de hospital. A motivação foi porque sua irmã não estava rece… Veja o VÍDEO…

Segundo a Polícia Civil, mulher estava insatisfeita com o atendimento que a irmã estava recebendo.

Capturado por uma câmera de segurança, um vídeo revela o instante em que uma mulher, claramente insatisfeita com o atendimento que sua irmã estava recebendo, decide tomar uma atitude drástica. Inesperadamente, ela invade a recepção do Hospital de Emergência de Resende (RJ) com seu carro. Posteriormente, ela foi detida em flagrante.

O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (20) e assustou funcionários, pacientes e acompanhantes que estavam no local. Ninguém ficou ferido.

As imagens revelam uma mulher dirigindo seu carro para cima da calçada do hospital.

As imagens revelam uma mulher dirigindo seu carro para cima da calçada do hospital, resultando na explosão da porta de vidro da recepção. Posteriormente, o carro avança mais de 10 metros para dentro do prédio, quase atingindo pacientes e funcionários que estavam no interior da unidade.

A motorista saiu do veículo muito nervosa, reclamando do atendimento aos gritos.

A mulher já havia conduzido sua irmã ao hospital por volta do meio-dia devido a uma lesão no joelho.

Entretanto, por volta das 15h, a dor da irmã retornou. “Nesse momento, ela chamou o Samu novamente e o Samu respondeu: ‘Estamos em outra chamada no momento, mas iremos buscar sua irmã em breve’”, relatou o delegado encarregado do caso, Michel Floroschk.

Diante da situação, a mulher, tomada pelo desespero e sem querer aguardar a chegada da ambulância, decidiu transportar sua irmã, que é obesa, no porta-malas do carro. Durante o trajeto para o hospital, ela até mesmo dirigiu pela Via Dutra com a porta do porta-malas aberta.

Hospital abriu sindicância

Em um primeiro momento, a prefeitura, responsável pela gestão da unidade médica, comunicou através de um comunicado oficial que, durante o primeiro atendimento à paciente, não foi detectada nenhuma fratura, “somente escoriações”, razão pela qual ela foi liberada.

“Verificou-se que não havia lesão, apenas escoriações. Às 12h16, a paciente recebeu medicação e foi liberada minutos depois, pois não havia necessidade de internação ou qualquer outro tratamento”, esclareceu o hospital.

Contudo, após alegações de familiares e amigos da paciente de que houve uma fratura e que ela necessitaria de cirurgia, a prefeitura emitiu um novo comunicado afirmando que o hospital iniciou uma investigação para esclarecer o caso.

Segundo a Polícia Civil, o episódio foi proposital e, por isso, a motorista foi presa em flagrante por dano qualificado e direção perigosa.

“Assim que ela deixa sua residência, já carrega consigo um propósito. Portanto, seu objetivo não se limitava a prestar auxílio à irmã. Ela pretendia, na verdade, descarregar toda a sua ira no hospital, ameaçando a segurança de várias pessoas presentes”, declarou o delegado.

Nesta quinta-feira (21), ela será submetida a uma audiência de custódia. Esse procedimento determinará se ela aguardará o julgamento em liberdade ou se terá a prisão preventiva decretada.

 

Leia mais: ALERTA! Ataque cardíaco em jovens: 4 sintomas da condição que tirou a vida do cantor gospel Pedro Henrique

Comentários estão fechados.