Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

VÍDEO: Funcionários da Enel Vandalizam Casa de Cliente após Agressão… Veja nas imagens…

Um dia após uma suposta agressão, funcionários terceirizados da Enel tentaram derrubar o portão da casa de um cliente em São Bernardo do Campo (SP).

Na quarta-feira (20/12), em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, ocorreu um incidente envolvendo funcionários de uma empresa terceirizada da Enel, a principal distribuidora de energia elétrica de São Paulo. Inicialmente, eles tentaram derrubar o portão da casa de um cliente.

Posteriormente, ameaçaram os vizinhos que estavam filmando a situação, dizendo: “Quem tá filmando vai ficar sem luz”.

Em frente a uma residência, é possível ver mais de dez funcionários, alguns até encapuzados, vestindo uniformes da Enel.

Vídeos que estão sendo compartilhados nas redes sociais revelam uma cena perturbadora no bairro Montanhão. Em frente a uma residência, é possível ver mais de dez funcionários, alguns até encapuzados, vestindo uniformes da Enel.

Em um momento de exaltação, alguns deles começam a puxar e chutar o portão da propriedade. Enquanto isso, outros membros da equipe tentam acalmá-los.

Acredita-se que essa ação tenha sido uma retaliação devido a um desentendimento que ocorreu no dia anterior (19/12) entre o morador da casa e os funcionários da Enel.

Na terça-feira, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), policiais militares atenderam a um caso de agressão contra dois eletricistas no bairro Montanhão.

Tanto o suspeito quanto uma das vítimas foram levados ao 6º DP de São Bernardo do Campo para prestar depoimento e, em seguida, foram liberados.

O Instituto Médico Legal (IML) recebeu solicitações para exames periciais e o registro oficial do incidente ocorreu como um caso de lesão corporal.

Ao ser informada sobre o incidente em São Bernardo do Campo, a Enel divulgou uma nota. Na nota, a empresa afirmou que solicitou o afastamento imediato dos funcionários da 3C Services, a empresa contratada. A empresa também declarou que “tomará todas as medidas cabíveis, incluindo a aplicação das penalidades previstas no contrato com a empresa prestadora de serviços”.

“A Enel Distribuição São Paulo, em nota, declara que considera qualquer ato de violência como inadmissível e o repudia veementemente. Além disso, a Enel enfatiza que mantém padrões éticos rigorosos em todas as suas operações e no trato com seus clientes e fornecedores”, finaliza a empresa.

Leia mais: ALERTA! Ataque cardíaco em jovens: 4 sintomas da condição que tirou a vida do cantor gospel Pedro Henrique

Comentários estão fechados.