Polícia Civil prende vereador Jairinho e mãe de Henry

polícia civil prende

A polícia civil prende vereador e mãe da criança que são suspeitos de terem participação direta no óbito do menino Henry, que acabou perdendo sua vida e o que tudo indica é que o mesmo era vítima de várias agressões. E o pior, que tais agressões partiam de sua própria casa. Ou seja, quem deveria protegê-lo, era quem acaba por maltratá-lo de maneira covarde, já que ele era apenas um garoto.

A polícia civil do Rio de Janeiro efetuou a prisão na manhã de hoje, quinta-feira, na ocasião foram presos o vereador conhecido por Dr. Jairinho, que faz parte do partido Solidariedade e a professora Monique Medereiros. Isto é, tudo isso envolvendo as investigações sobre o caso do menino Henry Borel. Que perdeu sua vida no último dia 08 de março, ou seja, há exatos 30 dias.

Respectivamente padrasto e mãe da vítima, o casal foi preso de maneira preventiva, em uma casa onde eles estavam. Segundo informações, tal casa era da tia do político e ficava em Bangu. Região oeste do Rio de Janeiro. os mandados de prisão foram expedidos pelo segundo Tribunal do Júri. Vale salientar que isso ocorreu, por conta que a polícia crer que o óbito veio devido agressões.

POR ISSO, A POLÍCIA CIVIL PRENDE VEREADOR E MÃE DE HENRY

Já que Jairinho já tinha um longo histórico de agressões contra o garoto. De acordo com as investigações, o parlamentar trancou-se em um quarto a fim de agredir o menino com chutes e pancadas na cabeça. Isto é, um mês antes do crime. E de acordo com a polícia, a mãe sabia de tudo.

Além que o casal é suspeito de combinar várias versões diferentes acerca do crime. E para completar, ameaçar testemunhas a fim de atrapalhar as investigações. A polícia já escutou ao menos 18 pessoas. A polícia civil irá conceder uma entrevista sobre o caso às 11 horas de hoje, quinta-feira, na Cidade da Polícia.

LEIA MAIS

+ Imagem de Jesus aparece em árvore e deixa as pessoas assustadas. Séria um sinal?; Veja o vídeo 😱😱 ‼️‼️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy