Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Menina de 12 anos é sequestrada, estuprad4 e mantida refém. “A criança foi encontrada algem… Ver mais…

Menina foi sequestrada no Jardim Ingá, quando saía da escola, e levada dentro de uma mala até a Asa Norte, onde foi estuprada.

Na tarde de quarta-feira (28/6), sequestradores levaram uma menina de 12 anos, sobrinha de um policial militar de Goiás, no Jardim Ingá, Entorno do DF. Resgatadores encontraram a garota posteriormente na Asa Norte. Ela estava algemada, ao pé de uma cama, dentro de um apartamento.

A Menina de 12 anos Apresentou Sinais de Violência e Recebeu Atendimento Hospitalar

De acordo com a Polícia Militar do estado goiano (PMGO), a menina estava bastante machucada e apresentava sinais de violência sexual. Em vista disso, alguém teve que levá-la a um hospital para ela receber atendimento adequado.

Um homem que dirigia um Ford EcoSport de cor preta abordou a criança por volta das 12h30, enquanto ela estava a caminho da escola. Ele a forçou a entrar no carro sob coação. Conforme relato da vítima, havia também uma mulher dentro do veículo.

Os sequestradores, em seguida, pararam o carro na Cidade Ocidental, localizada no Entorno de Brasília. Nesse momento, a menina foi colocada dentro de uma mala. Ela permaneceu ali até que os criminosos chegaram ao seu apartamento, situado na 411 Asa Norte.

Às 18h, sem receber qualquer notícia sobre sua sobrinha, o tio da vítima, um militar goiano, decidiu acionar o Serviço de Inteligência da corporação. A partir daí, eles começaram a retraçar o percurso da menina, desde a escola até sua casa.

Ao se aproximarem da residência da garota, se depararam com câmeras de segurança. Segundo testemunhas, o veículo capturado pelas câmeras foi utilizado no crime.

Todavia, os policiais do 20º Batalhão da PMGO, localizado em Valparaíso, entraram em contato com a Polícia Militar do DF. Com a ajuda desta, conseguiram identificar o endereço dos criminosos através da placa do veículo.

Militares Confrontam Suspeito no Local do Incidente

Portanto, ao chegarem ao local, militares de ambas as unidades federativas se dirigiram ao apartamento do suspeito. Daniel Moraes Bittar, de 42 anos, identificado como o suspeito, atendeu à porta. Ele confessou ter sequestrado a menina quando questionado. Encontraram a menina amarrada no quarto.

Encontraram a vítima consciente, mas ela estava bastante abalada emocionalmente. Segundo a menina, o criminoso a molestou, tocando-lhe as partes íntimas, e a obrigou a acariciar os órgãos genitais dele, enquanto era filmada. A mulher, que participou do crime, teria recebido a gravação.

Contudo, a PMGO ainda não localizou a suspeita até a última atualização desta matéria. Ainda não identificaram a garota de programa.

Segundo os militares responsáveis pela prisão, Daniel, o criminoso, passou todo o tempo ameaçando a menina de morte. Ele chegou a afirmar que não trabalharia naquela semana. Consequentemente, ele insinuou que a menina seria usada como sua “escrava sexual”.

Entretanto, Militares encontraram DVDs e revistas de conteúdo pornográfico no apartamento. A 5ª Delegacia de Polícia Civil do DF (Área Central) registrou a ocorrência e está investigando o caso. Contudo, O Instituto Médico Legal recebeu a menina para atendimento.

Leia mais: Homem é preso suspeito de abusar sexualmente da prima de 11 anos. “A vítima engravi… Ver mais…

Comentários estão fechados.