“Minha vida acabou”, diz mãe de menino de 3 anos morto após abus0s; Padrasto está preso

“Minha vida acabou”, diz mãe de menino de 3 anos morto após abus0s; Padrasto está preso

“Minha vida acabou”, diz mãe de menino de 3 anos morto após abus0s; Padrasto está preso, vejam;

Um crime brutal acabou acontecendo em Cianorte, no estado do Paraná, onde um menino de apenas 3 anos de idade acabou sendo mort0 após sofrer abus0s de seu padrasto, que já se encontra preso.

Ana Paula Matos, é a mãe do menino, e muito abalada, ainda não consegue acreditar que acabou perdendo o seu filho, e segundo ela mesma, nunca desconfiou que seu companheiro fosse capaz de cometer um ato tão cruel e covarde deste.

Jhonatan Veloso Cavalcante, de 30 anos de idade, teria levado a criança ao hospital algando que ela estaria passando mal, e após paradas cardiacas, a criança veio a óbito. A policia percebeu claros sinais de agressões a criança, com ferimentos e ematômas por todo o corpo.

Jhonatan Veloso Cavalcante, de 30 anos de idade, teria levado a criança ao hospital alegando que ela estaria passando mal, e após paradas cárdiacas, a criança veio a óbito. A policia percebeu claros sinais de agressões a criança, com ferimentos e ematômas por todo o corpo.

“Minha vida acabou”, diz mãe de menino de 3 anos morto após abus0s; Padrasto está preso

Após alguns exames, também foi constatado o abus0 que a criança sofreu, e Jhonatan foi detido como principal suspeito de cometer o crime, porém ainda continua negando toda a ação.

“Ele relatou que acordou, encontrou a criança já passando mal. Segundo ele, a criança já estava passando mal desde ontem com vômitos e diarreia. Algo que não foi confirmado seja pela avó, pelo tio ou pela mãe. Avó e tio moram na casa em frente, no mesmo terreno, e eles moravam nos fundos. E hoje quando ele acordou percebeu novamente a criança mal, tentou dar um banho nela, piorou e de repente a criança acabou desmaiando e foi então que ele pediu socorro para que fosse transportado até a UPA. O que foi feito pelo tio da criança, cunhado dele.” disse o delegado que cuida do caso.

“É muito difícil pensar que eu vou chegar todo dia em casa e não vou ver ele mais. Eu não tô acreditando ainda. Minha vida acabou. A médica falou que ele foi abusado. Só que ele [o padrasto] começou a fazer isso depois que eu comecei a trabalhar porque antes o meu filho ficava só comigo. Eu quero justiça só. Justiça pela vida do meu filho porque eu sei que nada vai trazer ele de volta”, desabafou a mãe do menino aos prantos.

Caso Henry: câmera de segurança flagra atitude de Dr. Jairinho com Henry dentro do elevador enquanto mãe segurava o menino; Vídeo

Cantor Amado Batista entra em falência, e tanta vender fazenda para pagar dívida milionária “Estou no limite”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy