Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

Os pais da jogadora de vôlei Walewska, brigam na justiça para excluir seu esposo da herança e o motivo é porque ele quer ma… Ver mais…

Ela vivia com o marido, Ricardo Moraes, com quem se relacionava há 20 anos.

A ex-jogadora de vôlei Walewska Oliveira, infelizmente, faleceu após cair do 17º andar do prédio onde morava em São Paulo. A polícia está investigando o caso e a possibilidade de suicídio está sendo considerada.

Após a morte de Walewska, uma disputa judicial começou. Ricardo Mendes, o marido de Walewska, foi nomeado como o inventariante dos bens deixados por ela.

No entanto, a família de Walewska entrou com uma ação na justiça contra Ricardo para impedir que ele permaneça como inventariante.

Os pais de Walewska Oliveira, em resposta às alegações de Ricardo Mendes, expressaram suas opiniões sobre a situação.

Este é um momento trágico e complexo para todos os envolvidos. A investigação sobre a morte de Walewska e a disputa judicial em curso são questões delicadas que estão sendo cuidadosamente tratadas pelas autoridades competentes.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no dia da morte de Walewska, Ricardo, seu marido, relatou à polícia que o casal enfrentava problemas no relacionamento há cerca de quatro anos.

Ele também mencionou que Walewska tinha um comportamento compulsivo por compras, o que resultou na dilapidação de uma grande parte do dinheiro que eles haviam acumulado ao longo dos anos de casamento.

Essas informações adicionam uma camada de complexidade à situação já difícil e trágica. A investigação continua em andamento para esclarecer todas as circunstâncias envolvendo a morte de Walewska.

Os pais de Walewska Oliveira, em resposta às alegações de Ricardo Mendes, expressaram suas opiniões sobre a situação. O pai de Walewska refutou as alegações de Ricardo de que ela era compulsiva por compras, especialmente no que diz respeito à venda de imóveis.

Ele considerou as declarações de Ricardo sobre Walewska como desrespeitosas.

Por outro lado, a mãe de Walewska acusou Ricardo de tentar manchar a imagem de sua filha. Ela destacou que as ações de Ricardo estão prejudicando a memória de Walewska.

Em vista dessas circunstâncias, os pais de Walewska tomaram a decisão de entrar com uma ação judicial. Eles estão pedindo que Ricardo seja excluído da herança de Walewska. Esta ação legal é um passo significativo em sua busca por justiça para sua filha.

“Ele trouxe a público informações que mancharam a imagem da Walewska e atingiram a honra. Essa é a razão pela qual a família está buscando que o Ricardo seja considerado indigno”, destaca a advogada da família.

No entanto, “O que a Justiça achar que ele tem direito, é direito dele. O que a Justiça achar que nós temos direito, é direito nosso”, pontua o pai. Portanto, a decisão final será tomada pela Justiça.

Declarações de Ricardo Moraes

Ricardo, o marido da Jogadora, realizou uma conversa por telefone. Ele optou por não gravar uma entrevista, porém confirmou a versão que deu em depoimento à polícia: que estava passando por uma crise no casamento com a ex-jogadora de vôlei.

Ademais, em relação às acusações da família sobre o patrimônio deixado por Walewska, Ricardo decidiu enviar uma nota. Portanto, estamos aguardando mais informações sobre o conteúdo desta nota.

Ricardo afirma: “Estou ciente das suspeitas infundadas de que poderia haver abusividade no relacionamento, mas isso não poderia estar mais distante da realidade”.

Ele também declara que “Walewska e eu compartilhamos uma bonita relação por mais de 20 anos, construindo uma história com acertos e erros, pontos altos e baixos, mas que nunca teve qualquer traço de abuso”.

Sobre as questões do inventário, Ricardo não fez comentários, alegando que o caso está em segredo de Justiça.

De acordo com um advogado especialista em direito de família e sucessões, existem três circunstâncias específicas que tornam uma pessoa indigna de receber uma herança.

Primeiramente, se a pessoa cometeu homicídio doloso ou tentou cometer homicídio doloso contra o autor da herança. Em segundo lugar, se a pessoa cometeu um crime contra a honra do falecido, como injúria, calúnia ou difamação.

Por fim, se a pessoa praticou algum ato que dificultou a liberdade do autor da herança de fazer um testamento ou de dispor da herança.

Leia mais: Operação Chocante: Português Preso em SP por Tráfico Internacional de Bebês… Ver mais…

Comentários estão fechados.