Notícias e Informações
Publicidade
Publicidade

TROMBOSE: Ficar sentado tempo demais leva à doença? Aprenda a Prevenir…

É uma condição que pode levar a quadros graves como a embolia pulmonar.

A trombose é caracterizada pela formação de um coágulo, que é essencialmente uma solidificação do sangue, em uma área onde não houve lesões. Esse coágulo, por sua vez, obstrui a circulação sanguínea na região afetada. Como resultado, ocorre inchaço e vermelhidão, acompanhados de sensibilidade e dor.

Esses sintomas são indicativos da presença de um coágulo, que interrompe o fluxo normal de sangue. Portanto, a trombose é uma condição que requer atenção médica imediata para evitar complicações sérias.

No entanto, a trombose pode acarretar problemas muito mais sérios do que o simples desconforto que provoca. Em situações menos comuns, o coágulo pode se soltar da parede venosa e viajar pela corrente sanguínea até atingir o pulmão. Isso pode resultar em embolia pulmonar e, em casos extremos, levar à morte súbita.

É essencial equilibrar o tempo de atividade física com o tempo de descanso para prevenir a Trombose.

Essa é uma explicação fornecida pela cirurgiã vascular Aline Lamaita, que é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Portanto, a trombose é uma condição que exige cuidados médicos urgentes.

Existe um comportamento cotidiano que pode contribuir para o surgimento da trombose, que é permanecer sentado por períodos prolongados. Segundo a médica, mesmo as pessoas que se exercitam regularmente têm um risco maior de desenvolver trombose se passarem muito tempo sentadas assistindo televisão.

A médica sugere que, para prevenir complicações circulatórias, é aconselhável adotar algumas práticas saudáveis. Por exemplo, a cada hora de trabalho, é benéfico levantar-se e caminhar por cinco minutos.

Além disso, é importante manter-se hidratado, pois a ingestão adequada de água contribui para a fluidez do sangue.

Para aqueles que têm predisposição à trombose e varizes, o uso de meias elásticas de compressão pode ser uma medida preventiva eficaz. Portanto, essas recomendações podem ajudar a manter a saúde circulatória e prevenir a trombose.

Sintomas

Os sintomas da trombose podem variar bastante, desde inchaço da perna até perda de força no corpo ou dificuldade intensa para respirar. Além disso, em alguns casos, o coágulo pode se deslocar do local onde se originou e se mover pela corrente sanguínea até chegar ao pulmão, causando uma condição chamada embolia pulmonar.

É importante ressaltar que a trombose é uma condição séria que requer atenção médica imediata para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento, a fim de restabelecer a circulação do sangue e evitar complicações mais sérias.

Além disso, existem fatores de risco que podem aumentar as chances de desenvolver trombose, como ter histórico familiar da doença, obesidade, alterações hormonais, uso de medicamentos que afetam a coagulação, lesões nas pernas e pés, cirurgias nas pernas e pés, e passar muito tempo em uma mesma posição.

Leia mais: VÍDEO: Câmera Interna de Carro Registra Assalto em Viaduto no Recife. Veja o desespero das vítimas durante a abordagem…

Comentários estão fechados.