Mãe de Eliza Samudio diz que filha foi morta ‘porque sabia demais’ e conta qual seria o segredo do goleiro Bruno

Mãe de Eliza Samudio diz que filha foi morta ‘porque sabia demais’ e conta qual seria o segredo do goleiro Bruno

Hoje, dia 10, completa doze anos da morte de Eliza Samudio, ex esposa morta pelo goleiro Bruno. Portanto, como forma de homenageá-la, o canal ‘Na Real’ do YouTube, resolveu esclarecer alguns fatos em conversa com a mãe de Eliza, que acabou deixando o mundo de boca aberta ao fazer uma revelação. Segundo a mãe, o crime não seria somente passional. 

Isso porque, para a mãe, a morte de Eliza se deu porque ela sabia demais e teria descoberto um segredo do jogador, que a executou como queima de arquivo.

De acordo com a Jornalista Fábia Oliveira, do site ‘O Dia’, a mãe de Eliza, Sônia, conta que a filha sabia muitas informações que jamais poderiam ser divulgadas e por ser algo que poderia o prejudicar, arquitetou o crime. 

Mãe de Eliza Samudio diz que filha foi morta ‘porque sabia demais’

A mãe da modelo afirma que o ex-goleiro tinha uma ligação com um traficante do Rio de Janeiro, e que consequentemente estava envolvido com o tráfico de drogas e caça-níquel.

Inclusive, todas essas evidências e hipóteses estão anexadas ao inquérito. Contudo, esse seria o principal motivo: descoberta de uma ligação entre o mundo do tráfico e a vida de bom rapaz que ele tinha para a mídia. 

Como Bruno havia relatado que Eliza ficou grávida durante uma “noitada”, Sônia desmentiu, e afirmou que os dois estavam tendo uma relação há cerca de quatro meses, por isso a gravidez. Sônia segue com a guarda de seu neto desde que sua filha foi morta.

Ademais, Sônia conta que guardou cada detalhe do óbito de Eliza, para caso um dia o filho queira ter conhecimento sobre o que aconteceu com a mãe, ela poder contar e mostrar o principal mandante, seu próprio pai. 

LEIA MAIS:

+Mãe da filha de MC Kevin chora em desabafo após ataques nas redes: ‘Não recebi nada de ninguém’

+Mulher vai dormir bem e no dia seguinte acorda misteriosamente tetraplégica: ‘Não consegue mexer nenhuma parte do corpo’

Copy