Mãe vai processar Bolsonaro por causa que o filho de 13 anos foi internado com Covid-19

Mãe vai processar Bolsonaro por causa que o filho de 13 anos foi internado com Covid-19

Desde que os números de casos e mortes em decorrência da Covid-19 começou a aumentar absurdamente, o presidente do país Jair Bolsonaro (sem partido) tem recebido muitas críticas e acusado de ser o culpado pelas mais de 500 mil mortes. Contudo, uma advogada e mãe de Itapira (SP), afirmou que vai processar o presidente após seu filho, de 13 anos, ter sido internado por causa da doença.

Em entrevista cedida à coluna da UOL, Maíra Recchia, de 40 anos, disse entrar com uma ação judicial por dano moral e material contra Jair Bolsonaro. Segundo a mesma, pedindo a responsabilização dele e do governo por eventuais omissões praticadas durante a pandemia da Covid-19.

“O direito administrativo brasileiro adotou, como regra, a responsabilidade objetiva do Estado em casos como esse.

Mesmo em se tratando de responsabilidade subjetiva, quando se fala de culpa, por exemplo, os requisitos também estão presentes porque houve deficiência no atendimento das pessoas, falta de informação e ausência de ferramentas de vacinação e contenção da propagação da Covid”, disse a advogada.

Mãe vai processar Bolsonaro por causa que o filho de 13 anos foi internado com Covid-19

Maíra ainda contou que seu filho chegou a passar uma semana internado mesmo sem ter nenhuma comorbidade e sendo uma criança saudável. De acordo com a advogada, a criança teve 50% dos pulmões comprometidos.

“Meu filho tem 13 anos e nunca teve nenhum problema de saúde, nenhuma doença grave, nada. Não estava saindo de casa durante a quarentena, as aulas eram todas online. Mesmo assim, contraiu a Covid-19. Apesar de muito jovem, a doença evoluiu rápido e ele chegou a ter 50% do pulmão comprometido. Só não morreu porque teve acesso a um bom hospital”, diz a advogada, lamentando por outras pessoas não terem o mesmo tratamento pelo SUS.

A advogada esclarece que pensou em abrir uma ação contra Bolsonaro quando ainda estava no hospital, ver seu filho daquela forma e pedindo para voltar para casa porque não queria “morrer longe de todo mundo”, partiu sem coração.

“Ter um presidente que estimula o contágio, que é irresponsável com a saúde das pessoas, que recusou a compra de vacina, que promoveu campanhas falsas sobre “kit covid”, é cruel. E me revolta ver cenas como a que ele tirou a máscara de uma criança. É um desrespeito com todas as mães”, ressaltou Maíra.

LEIA TAMBÉM:

+Vídeo: emocionante momento em que guarda civil faz o resgate de um bebê no mar;

+Milionária suspeita de mandar matar o namorado deu festa logo após o crime

Copy