“Chutes e pancadas na cabeça’: investigações apontam o que Henry teria sofrido nas mãos de Jairinho

“Chutes e pancadas na cabeça’: investigações apontam o que Henry teria sofrido nas mãos de Jairinho

Na manhã desta quinta-feira (8) o vereador Dr Jairinho e sua esposa Monique Medeiros foram presos na residência do casal.

Nesse sentido, esse novo capítulo do caso Henry foi marcado por polícias arrombando o portão da casa do padrasto e da mãe do menino Henry, que está localizada no Rio de Janeiro.

Desse modo, Jairinho e Monique deixaram a residência algemados. Segundo a polícia civil, as investigações apontam que a mãe sabia que Dr violentava o filho e foi convivente com a morte de Henry.

“Chutes e pancadas na cabeça’: investigações apontam o que Henry teria sofrido nas mãos de Jairinho

Em outras palavras, antes de m atar Henry, o vereador chutou deu pancadas na cabeça da criança, na madrugada do dia 8 de março. Contudo, o padrasto e mãe alegaram em seus depoimentos que o menino havia sido vítima de uma queda da cama.

Ainda assim, nas investigações, familiares e vizinhos prestaram depoimentos sobre a noite do dia 8 e morte da criança na madrugada seguinte, com isso a polícia descartou a versão do casal e constou que se tratava de agressão seguido de assassinato.

Dr Jairinho e Monique ficaram em prisão preventiva durante 30 dias, as investigações apontam que o casa estaria ameaçando as testemunhas e combinando depoimentos, consequentemente atrapalhando o trabalho da polícia.

O caso chocou o país inteiro e está sendo comparado com o da Isabella Nardoni que aconteceu em 2008.

LEIA MAIS:

+Pastor Valdemiro Santiago manda duro recado para LULA: “Lembra do seu câncer na garganta que EU CUREI? Você é safado e a sua arte é enganar!” – Vídeo

+Fachin propõe que políticos religiosos tenham os mandatos cassados: “Igrejas se preparem porque haverá apertos e perseguição religiosa. Tirar Deus da democracia brasileira”, diz advogada.

+William Bonner perde a compostura no JN, respira fundo e farsa é desmentida ao vivo na Globo: “Até quando isso?”

Copy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *